Semas apreende maquinário usado para explorar madeira em reservas florestais

 

As equipes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e do Comando de Polícia Ambiental apreenderam, na quinta-feira (12), um trator do tipo escavadeira que estava sendo utilizado por madeireiros clandestinos, para a retirada de madeira de dentro de uma área de reserva florestal. A ação ocorria em uma propriedade localizada na zona rural entre os municípios de Moju e Tailândia, nordeste do Estado.

A apreensão faz parte de uma operação de combate ao desmatamento e focos de queimadas no Pará, deflagrada também na quinta (12) pelo governo do Estado. A ação é realizada também em outras áreas de reserva legal e é um desdobramento da Falcão Peregrino, iniciada no mês passado. “Nossa equipe seguiu pela PA-150 até um ramal de difícil acesso onde seguimos por 35 km. Depois percorremos cerca de 3 km dentro da mata fechada até encontrarmos o maquinário escondido”, explicou o fiscal da Semas, Vitor Mendes.

As investigações iniciaram depois que os proprietários do imóvel rural denunciaram ao Estado que a reserva legal estava sendo invadida e explorada por terceiros. As equipes continuam na área fazendo buscas pelos madeireiros. De acordo com a legislação ambiental, as reservas legais devem ter a mata local preservada, sem extração de madeira. A exploração indevida resulta em punição por crime ambiental, além de ser um risco a biodiversidade amazônica.

“A operação é importante porque a região do nordeste do Estado está no centro do endemismo de Belém. Isso significa que a área possui espécies de fauna e flora únicas. Por isso, é tão importante a preservação de reservas florestais nessa localidade”, avaliou a diretora de Fiscalização da Semas, Andréa Coelho.

Siga a Semas nas redes sociais!

Semaspara

Semaspara

Semaspara