Projetos individuais de servidores valorizam meio ambiente e integração na Semas

 

Belém, 04/01/19 – Servidores que demonstram práticas individuais que superam as competências funcionais e repercutem positivamente no ambiente de trabalho, com reflexo na melhoria da qualidade de vida e no clima organizacional na Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), têm recebido apoio da instituição ambiental, por meio da Coordenadoria de Gestão de Pessoas (CGP), por atuar a favor do meio ambiente, da sustentabilidade e da relação interpessoal no órgão ambiental do Pará.

No ano de 2018, a CGP também promoveu o Projeto RH Itinerante: Qualidade de Vida para o Servidor, que reforçou a integração entre os funcionários e esclareceu o funcionamento da Semas, esclarecendo a tramitação necessária aos processos e os direitos e deveres de cada profissional e dos estagiários. A atividade percorreu as diretorias da secretaria, o Centro Integrado de Monitoramento Ambiental (Cimam) e os Núcleos Regionais (Nures) sediados nos municípios de Paragominas, nordeste do Pará; Altamira, região Xingu; Itaituba, Tapajós; e Santarém no Baixo Amazonas.

Projetos – A Gerência de Treinamento, Desenvolvimento e Avaliação (GTD), da CGP, buscou parcerias para as ações alternativas propostas pelos profissionais da Semas, como por exemplo, o projeto Arruda, no Núcleo do município de Altamira; o Digeo Fit, na Diretoria de Geotecnologias; e a atividade voltada à Compostagem, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e outros órgãos.

A coordenadora da CGP, Valdete Monteiro, avalia que o reconhecimento às ideias dos servidores incentiva outros funcionários da secretaria a compartilharem conhecimentos para que  sejam apoiados e valorizados pela instituição. Ela também destaca que a Semas incentiva os servidores a explanaram essas ideias e formalizarem a intenção do trabalho à direção do órgão ambiental. “O Núcleo de Estudos Legislativo registrou e normatizou tudo, como reconhecimento e valorização do servidor direcionado a boas práticas ambientais e funcionais”.

Arruda – O projeto Arruda remete ao poder das plantas medicinais orgânicas e é iniciativa da bióloga Solange Trevisan, servidora lotada no Núcleo Regional de Altamira, promovendo um ambiente de trabalho saudável, voluntário e solidário dos servidores da Nure. A ação consiste no cultivo de hortaliças e ervas medicinais voltadas para o consumo dos próprios funcionários. “O projeto tem sido um instrumento de melhoria do ambiente de trabalho, através da adoção de práticas participativas, que destacam a importância do trabalho coletivo e a valorização individual de cada servidor, para a construção de novos valores no ambiente”, enfatiza a coordenadora.

A horta é cultivada no próprio Núcleo Regional do Xingu, o espaço mede 5m x10m. No total são 19 pessoas envolvidas no projeto, com funções diversas, mas que contempla a todos. “Os alimentos que são produzidos são levados para os funcionários da própria secretaria e alguns são consumidos na própria unidade, como verduras e ervas medicinais. Os seguranças do núcleo também regam as plantas nos finais de semana”, explicou.

Fitness – Outra ideia inovadora é o projeto Digeo Fit, da Diretoria de Geotecnologias (Digeo), direcionado para a integração no trabalho e ao ambiente de vida saudável. Maximira Silva, diretora da Digeo garante que “adquirir hábitos saudáveis tanto na alimentação quanto na prática de atividades físicas, além do entrosamento, autoestima e motivação para toda a equipe e a todos os servidores é o principal objetivo do projeto”.

Segundo Alexandre Ferreira, técnico em gestão ambiental da Digeo, um ambiente agradável incentiva o ato de se alimentar bem, aliado a atividades físicas. “Todos os servidores estão mais alegres e desenvolvendo suas funções com mais vigor, sem estresse, o que torna o clima mais agradável no ambiente de trabalho. A mudança na qualidade de vida influencia tanto no lado pessoal como no profissional”.

Compostagem – O foco de integrar e conscientizar os servidores também se destaca no projeto de Compostagem. Para mostrar, na prática, que esse processo é simples, o técnico de informática e mentor do projeto, Mateus Lima, lotado na Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) considera que “a ideia é convencer e incentivar as pessoas a fazerem a compostagem doméstica e institucional, mostrar no dia a dia que isso tem uma grande importância. A compostagem consegue até aumentar a vida útil de aterro sanitário, por exemplo”. E complementa “A Semas pega os resíduos orgânicos e transforma em composto orgânico para adubar as plantas ornamentais da secretaria e difunde a ideia na prática, fazendo do órgão uma espécie de vitrine para outras instituições repetirem o mesmo processo”, enfatiza.

O responsável pelo projeto também realizou uma palestra no espaço Multiuso da Semas direcionada a alunos da Escola Técnica Estadual Juscelino Kubitschek. A aluna Emily Texeira gostou muito da palestra sobre Compostagem porque reforça o que já havia pesquisado e auxilia muito no projeto de lixeiras ecológicas na escola. “Fazemos a separação dos resíduos sólidos do seco e do molhado e já estamos utilizando esse método para fazer o adubo para reativar nossa horta na escola”.

A palestra do processo da compostagem para alunos da escola também chamou a atenção da aluna, Ana Carolina. “Via em algumas empresas os produtos de reaproveitamento de materiais e não sabia como se produzia e agora, a partir nos ensinamentos repassados nessa palestra aprendi e posso compartilhar os conhecimentos adquiridos”.

Os alunos realizaram a compostagem no restaurante da sede da Semas e aprenderam como fazer o reaproveitamento em casa e na escola. Alguns funcionários da limpeza da Semas também participaram da palestra e tiveram ciência da quantidade de resíduos orgânicos gerados no restaurante e na copa da secretaria.

Essas ideias de ações alternativas dos servidores não os desvinculam de suas funções profissionais cotidianas exercidas na Semas e são bons exemplos e estímulo aos funcionários das instituições públicas do estado do Pará.

Ascom Semas