» Estande da Semas mostra atuação com povos tradicionais na Belém+30 SEMAS | Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade

Estande da Semas mostra atuação com povos tradicionais na Belém+30

Belém, 08/08/2018  Divulgar o trabalho de educação ambiental e a atuação nas comunidades tradicionais são os principais objetivos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) no estande do órgão ambiental do Pará montado para participação na Feira Mundial de Sociobiodiversidade, um dos eventos que compõem a programação do Belém+30, que está sendo realizado no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, desde terça-feira (7) e estende-se até sexta-feira, 10 de agosto.

Os técnicos da Semas estarão presentes até o último dia da Feira Mundial, a fim de divulgar o trabalho socioambiental realizado no Pará. “A participação da secretaria no evento é de grande importância, pois divulga uma das principais ferramentas da Semas, o Cadastro Ambiental Rural – o CAR -, mostrando a relevância de cadastrar propriedades rurais e territórios de povos e comunidades tradicionais”, disse Maria de Jesus, técnica em educação ambiental.

Visitantes de várias localidades estão indo à Feira. A bióloga Rayssa Reis esteve presente no estande da Semas e considerou de interesse público o debate dessas questões. “A feira está sendo muito produtiva, principalmente, pela discussão da educação ambiental, da sustentabilidade, dos povos amazônicos e o que os órgãos públicos e a ciência podem fazer por essas comunidades”, disse.

Belém+30 — O XVI Congresso da Sociedade Internacional de Etnobiologia, em conjunto com o XII Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia, é organizado pela Universidade Federal do Pará e o Museu Paraense Emílio Goeldi, em colaboração com a Sociedade Internacional de Etnobiologia e a Sociedade Brasileira de Etnobiologia e Etnoecologia.

O evento Belém+30 tem como tema central, os direitos dos povos indígenas e populações tradicionais e a conservação da biodiversidade três décadas após a Declaração de Belém, em 1988. A finalidade do congresso é refletir sobre a Declaração de Belém e o campo da Etnobiologia ao longo dos últimos trinta anos focando nos avanços e desafios científicos, éticos, jurídicos e políticos relacionados aos povos indígenas e a populações tradicionais e o uso sustentável da biodiversidade.

Ascom Semas

 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará