Alepa e UFPA também estão atuando no trabalho em Barcarena 

  

Belém, 27/02/18 – Uma reunião entre o ex-secretário de Meio Ambiente Luiz Fernandes (recém-empossado na Secretaria de Segurança Pública e que está realizando a transição com a atual equipe), com deputados estaduais da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), ocorreu na sede da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), na segunda-feira (26), para tratar da poluição ambiental no município de Barcarena, com origem na empresa Norks Hydro, no beneficiamento da bauxita, matéria-prima utilizada na produção da alumina.

 Nesta terça-feira, 27, a Comissão da Alepa e o secretário interino da Semas, Cláudio Lima, estiveram reunidos na Sala de Situação da empresa para providências de apoio à população afetada e à proteção ambiental.

 A Alepa junta-se às demais instituições empenhadas em um trabalho de apoio a moradores de comunidades afetadas e à preservação do meio ambiente do estado: entre as entidades atuantes estão a Semas e ainda as secretarias de estado de Saúde Pública (Sespa), de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Companhia de Desenvolvimento Econômico (Codec), Defesa Civil do Estado e Procuradoria Geral do Estado e o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

Os parlamentares João Chamon (MDB), presidente da Comissão; Eliel Faustino (DEM), vice-presidente e Gesmar Costa (PSD) debateram maneiras interativas de atuarem em prol, principalmente, da comunidade atingida.

Também estiveram presentes na reunião o atual secretário de Meio Ambiente do Pará, Cláudio Lima; o secretário adjunto de Gestão e regularidade Ambiental, Thales Belo, e os diretores de Licenciamento Ambiental, Edna Corumbá, e o de Fiscalização, Antonio Jorge Dias, todos da Semas.

Luiz Fernandes, ex-titular da Semas, avaliou a situação de necessidade emergencial dos habitantes de Barcarena e a responsabilidade da empresa. “A informação que a empresa está instalada em Área de Conservação não é verdade, mas o dreno ilegal é uma irresponsabilidade e não tem permissão da Semas”, alertou.

O presidente da Comissão Ambiental da Alepa mostrou interesse em uma ação conjunta: “vamos fazer um trabalho com a maior lisura e não podemos prescindir dos técnicos da Semas”, afirmou.

UFPA – Simultaneamente à reunião da Semas com os deputados estaduais da Comissão de Meio Ambiente da Alepa, uma equipe de professores, pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA) esteve também na segunda-feira, 26, no município de Barcarena, na empresa Norsk Hydro, para uma avaliação in loco e realizou ainda um sobrevoo no local.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará