Sala de situação começa a operar no município de Barcarena

Belém, 23/02/18 – Nesta sexta-feira (23), uma sala de situação foi estabelecida no município de Barcarena em cooperação com vários órgãos do Governo estadual e municipal, para auxiliar e atender as necessidades básicas dos moradores da área onde ficam localizadas as bacias de resíduos da empresa Hydro. Entre as prioridades elencadas pelo governador Simão Jatene, anunciada em coletiva nesta sexta-feira (23), está o atendimento da população e a garantia de proteção da saúde da população, mitigando os problemas já causados e evitar novos. A sala de situação fica na subprefeitura de Barcarena, na Vila São Francisco, na PA-481.

“A sala de situação vai monitorar e acompanhar de forma mais eficiente a situação. E para dar também apoio à população afetada caso haja necessidade. Nós temos duas situações: uma de prevenção quanto ao processo de extravasamento para prevenir transbordo da bacia; e uma de resposta para as comunidades que possam ter sido contaminadas em algumas áreas que já foram identificadas pelo Instituto Evandro Chagas”, declara o major Thiago Carvalho, coordenador da Divisão de Operações da Defesa Civil do Estado.

O grupo de trabalho do Governo do Estado em conjunto com a Prefeitura Municipal de Barcarena e representantes da empresa Hydro estabeleceram ações como um cronograma de monitoramento, que deve nortear as estratégias do Estado para que as necessidades básicas dos atingidos sejam garantidas, com foco especial na identificação do número de famílias que vivem nas comunidades Bom Futuro e Vila Nova para o atendimento imediato.

Leia mais – Estado inicia ações para atendimento dos moradores de Barcarena

O Grupo de Trabalho do Governo do Pará foi criado após determinação direta do governador Simão Jatene e é composto pelas Secretarias de Saúde Pública (Sespa), de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Companhia de Desenvolvimento Econômico (Codec), Defesa Civil do Estado e Procuradoria Geral do Estado (PGE), incluindo peritos do Centro de Perícias Científicas Renato.

A Sespa está realizando um levantamento dos atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde e caso haja necessidade irá enviar reforço médico. Já a Semas vai intensificar o monitoramento, que já vinha sendo feito, por conta das fortes chuvas que ainda atingem a região. O Centro Integrado de Monitoramento Ambiental (Cimam) vem trabalhando com informes diários com previsão de chuvas e análise com imagens de satélite da área em avaliação. O Laboratório Central do Estado (Lacen), da Sespa, está coletando amostras de água na região, incluindo poços artesianos de moradores das comunidades atingidas, para monitoramento sobre a qualidade da água.

O dia também foi marcado pela visita de uma Comissão Parlamentar dos Legislativos federal e estadual. Na comissão estavam os deputados federais Edmilson Rodrigues, Elcione Barbalho, Arnaldo Jordy e Eder Mauro, além dos deputados estaduais Coronel Neil, Lélio Costa, Renato Ogawa e Carlos Bordalo, esse último presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa).

Por Governo do Estado do Pará 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará