Semas debate destino final de resíduos sólidos em estande no Hangar

  

Belém, 28/11/2017 – A destinação correta dos resíduos sólidos e as maneiras adequadas de acondicionamento do lixo pelos moradores das cidades e comunidades são discussões presentes no estande da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) durante participação na Feira Institucional do I Congresso Internacional de Engenharia de Saúde Pública e de Saúde Ambiental (Ciesa), promovido pela Fundação Nacional da Saúde (Funasa). “Saneamento e Saúde Ambiental: Desafios Globais para o Desenvolvimento Sustentável” é o tema central do evento, que ocorre desde o dia 26 de novembro e vai até 1º de dezembro, no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia (Hangar).

O evento está sendo realizado pela primeira vez e, conforme explicado na mesa de abertura do congresso, Belém foi escolhida como sede por conta da dinâmica de tratamento de água e de esgoto no estado. O órgão ambiental recebeu convite para fazer exposições sobre questões ambientais, com foco na destinação irregular dos resíduos sólidos domésticos, que impactam diretamente o meio ambiente, provocando sérios riscos à saúde pública. Essas discussões são mostradas por meio de encartes, banners, vídeos e panfletos, além de expor o Plano Estadual de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos (Pegirs).

No estande estão sendo recebidos profissionais da área de todo o Brasil, com conhecimento técnico avançado, além de estudantes. Outro aspecto falado nas exposições é o trabalho da secretaria na questão dos resíduos sólidos feito no estado e como são as políticas de resíduos. Informações e orientações sobre quais prejuízos a sociedade pode enfrentar com a destinação incorreta desses resíduos também são explicadas.

Segundo Rômulo Ferreira, da Diretoria de Licenciamento Ambiental (DLA) da Semas, o primeiro passo para melhorar a situação ambiental é saber separar o resíduo produzido e ter conhecimento do seu destino, para impactar menos a população. “A questão ambiental está muito relacionada com a saúde, porque tudo isso volta para a sociedade. Todo o nosso trabalho é para defender a população e evitar doenças causadas por contaminação”, disse.

Durante o evento, a Semas estimula a conscientização do papel do cidadão visando contribuir ao equilíbrio e promoção do meio ambiente sustentável, definindo a responsabilidade de cada um, como a separação dos resíduos, o correto descarte de materiais e a aplicação das ferramentas da educação ambiental. A Semas também promove debates, para conscientização à necessidade de reduzir os riscos e vulnerabilidade na promoção do meio ambiente sustentável.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará