Palestra vai expor novo modelo de gestão no Parque Estadual do Utinga

Belém, 22/11/17 – Uma área protegida ambientalmente por lei dentro de Belém e com potencial para se tornar um grande espaço turístico, com novas estruturas disponíveis ao público vai ser o conteúdo de palestra, na penúltima edição deste ano do projeto Quinta Ambiental, que abordará as ‘Perspectivas do novo modelo de gestão do Parque Estadual do Utinga’, nesta quinta-feira, 23, no auditório da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), dentro do parque.

A Diretoria de Ordenamento, Educação e Descentralização da Gestão Ambiental (Diored), da Semas, promove o evento que ocorre mensalmente, para debater assuntos de importância socioambiental por meio de palestras, com ênfase à educação ambiental. A última reunião da Quinta Ambiental, em 2017, ocorrerá no dia 14 de dezembro.

O palestrante desta Quinta Ambiental será o gerente do Parque do Utinga, veterinário Júlio Meyer, do Instituto de Desenvolvimento Florestal e Biodiversidade (Ideflor-bio) do Pará. A ação é voltada para os servidores do órgão ambiental, estudantes universitários e à sociedade civil.

A população encontrará no novo espaço pistas reformadas com pavimentação adequada para caminhadas, corridas, ciclistas e utilização de patins e skates. Um Centro de Visitação com auditório, área de alimentação, banheiros, novas trilhas, um amplo estacionamento e outras dependências, visando o conforto do público, serão encontrados nessa área de 1.340 hectares, com grande diversidade da flora e da fauna, inclusive várias espécies de peixes.

Parque – Unidade de Conservação criada em 1993 para preservar ecossistemas, biodiversidade e os lagos Bolonha e Água Preta, que abastecem de água parte de Belém e de Ananindeua. O incentivo à pesquisa, à educação ambiental e ao turismo ecológico também está definido no decreto de criação do Parque Estadual do Utinga.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará