Servidores da Semas e outros órgãos recebem capacitação da EGPA sobre o Software Livre QGIS

 

 

Belém, 05/09/2017 – Uma capacitação para servidores da área de Geoprocessamento sobre o software SIG QuantumGIS (QGIS) foi realizada pela Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA), a pedido da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), entre os dias 28 de agosto e 1 de setembro. O objetivo do curso foi capacitar cinco servidores do órgão ambiental, além de 12 trabalhadores do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e cinco da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop).

A intenção ao realizar o curso foi iniciar os servidores nesse software livre, que trabalha com análise de geoprocessamento dentro da secretaria, dessa forma, a análise geotecnológica de qualquer atividade que precise de perícia espacial, principalmente envolvendo licenciamento ambiental. Os alunos aprenderam sobre análise espacial, de vetores, de coordenadas, cartografia básica, matemática, geografia, física e perícia, tudo para ajudar a entender mais sobre o desenvolvimento das ferramentas de Sistemas de Informações Geográficas (SIG), que trabalham com banco de dados voltados para informações georreferenciais.

Segundo o palestrante Daniel Lamela, da Diretoria de Geotecnologias (Digeo) da Semas, a maioria dos servidores utilizava softwares com licença, que têm um custo muito elevado. O QGIS não exige tanta estrutura para funcionar como os outros softwares que precisam de máquinas capacitadas, monitores e placas, por exemplo. “Por isso, os órgãos estão migrando para o software livre, que é tão bom quanto os outros, além de ser extremamente simples, leve e fácil de usar”, explicou.

Ainda de acordo com Daniel, a principal importância da capacitação é a redução de custos, principalmente por utilizar um software gratuito. Ele disse que “essa é uma ferramenta que todos os órgãos utilizam e acabam recorrendo à Semas para tirar dúvidas. Então, esse curso também permitirá que essas instituições tenham recurso para realizar suas próprias atividades”.

Roberta Tavares, do Núcleo de Crimes Ambientais do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, disse que o conteúdo da capacitação foi muito importante para os servidores da instituição por conta da aplicabilidade no trabalho. “Nós precisávamos muito desse curso, justamente pela necessidade do conteúdo, porque precisamos saber mexer com imagens, edição de mapas e outras coisas. Então, é um curso que vamos aproveitar muito no nosso trabalho”, comentou a servidora.

Dois servidores da Semas também participaram da capacitação. Gustavo Rosa disso que o curso correspondeu às suas expectativas e que aprendeu a usar o programa. Rafael Leal comentou que o momento foi muito interessante para quem quer aprender a mexer nesse software, porque existe um link entre a teoria e a prática.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará