Projeto da Semas engloba educação ambiental nas praias de Algodoal e Salinópolis

Belém, 25/7/17 – Ações educativas e socioculturais voltadas para o desenvolvimento sustentável, com atividades de orientação e prevenção sobre a poluição das praias, por descarte de lixo pelos veranistas, foram executadas dentro do Projeto Verão Legal com Educação Ambiental, na Área de Proteção Ambiental (APA) ilha de Algodoal Maiandeua, no município de Maracanã, nordeste do Pará, de 21 a 24 de julho. Neste penúltimo fim de semana das férias escolares, o Projeto também foi desenvolvido no município de Salinópolis, nas praias do Atalaia, tendo palestras na Câmara Municipal de Salinópolis, com crianças do Programa Escola da Vida (PEV).

Essa atuação interinstitucional é coordenada pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Florestal da Biodiversidade (Ideflor-Bio) e Batalhão de Polícia Ambiental (BPA).

No primeiro dia, houve um encontro na ilha de Algodoal, com todos os parceiros envolvidos na ação Verão. À noite, na Escola Maria Lourdes Ferreira, ocorreu a palestra “Água Nossa de Cada Dia – Uso Racional” e apresentação dos vídeos “Economizar Água da Turma da Mônica” e “Tá Limpo”. Em seguida, foram distribuídos lanches para mais de 40 pessoas, entre crianças, jovens e adultos.

No sábado (22), a programação iniciou pela manhã, com uma blitz no trapiche principal da ilha com entrega de panfletos aos veranistas alertando sobre o descarte irregular de lixo no local. Depois, a ação foi direcionada à praia da Caixa D’água, com atividades lúdicas e educativas para a sensibilização de todos, além de pintura facial e desenhos gráficos.

À noite, na praça da ilha, houve apresentação dos fantoches Lili e Neco, com o tema “Consciência Ambiental na Praia”, sensibilizando crianças e adolescentes para evitar o descarte inadequado de lixo na praia, com entrega de brindes, e performance do animador ambiental Tio Arroz (Marcio Eokin), em brincadeiras lúdicas.

A ação no domingo (23), contou com entrega de sacolas plástica a donos de barracas e veranistas na praia da Princesa, brincadeiras ecológicas apresentadas pelo Tio Arroz, que realizou pintura facial e desenhos gráficos com as crianças e veranistas. A programação encerrou com entrega de brindes às crianças e adolescentes. À noite, no prédio do Ideflor-Bio, foi feita uma avaliação dos trabalhos, com os órgãos envolvidos no Projeto Ação Verão.

De acordo com o Gestor da APA Algodoal Maiandeua, Luiz Coutre, o projeto Verão Legal com Educação Ambiental, “casou muito bem” com o projeto Lazer Consciente desenvolvido na ilha. “Despertou em todos a importância do papel da Educação Ambiental nas praias, que é sempre um desafio. Vimos in loco o trabalho realizado pela Coordenação de Educação Ambiental da Semas, junto com o Ideflor-Bio e o BPA, dialogando com nativos, donos de barracas, vendedores ambulantes e turistas, usuários de um bem público, sobre a importância de se ter praia limpa e conservada, para uso de todos”.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará