Mesa-redonda debate aterro sanitário de Marituba

Belém, 29/05/17 – Discutir a atual situação do aterro sanitário de Marituba foi o principal objetivo da mesa-redonda realizada na última quinta-feira, 25, no auditório do Laboratório de Engenharia Sanitária e Ambiental (Laesa), da Universidade Federal do Pará (UFPA). Representantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) foram convidados ao evento para debater temáticas relativas ao aterro. Os alunos do curso de graduação de Engenharia Sanitária e Ambiental e áreas afins foram o público.

Na ocasião do evento, a discussão envolveu mudanças ocorridas no aterro sanitário depois da intervenção do Governo do Pará. Os servidores da Semas que foram convidados a participar da mesa-redonda explicaram sobre o licenciamento do empreendimento e as melhorias nesse período. Moradores das proximidades do aterro também tiveram oportunidade de falar durante a programação.

Bruno Barbosa, da Gerência de Saneamento e Parcelamento do Solo (Gepas), comentou que a principal importância do evento foi mostrar que não houve falha no licenciamento ambiental. “Foi muito importante tirar essas dúvidas e mostrar para a academia que a Semas esteve presente durante todo o processo, representando o Estado no empreendimento”. A mesa-redonda teve quase duas horas de duração e contou com a presença de aproximadamente 100 pessoas.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará