Quinta da Educação Ambiental promove palestra sobre conservação de áreas protegidas

dsc_00171 dsc_00061 dsc_00151

Belém, 24/02/17 – Discutir a proteção das espécies ameaçadas de extinção, contribuir para a preservação e a restauração da diversidade de ecossistemas naturais e promover o desenvolvimento sustentável. Estes foram alguns dos temas discutidos na primeira palestra da 5° da Educação Ambiental, evento promovido pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustabilidade (Semas), através da Diretoria de Ordenamento, Educação e Descentralização da Gestão Ambiental (Diored) e Coordenação de Educação Ambiental (Ceam), por meio da Gerência de Articulação e Difusão de Educação Ambiental (GDAM). O primeiro círculo de palestras tratou sobre “Conservação da biodiversidade em áreas protegidas” e foi ministrado por Crisomar Lobato, diretor de Gestão da Biodiversidade do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio).  O evento aconteceu no auditório da Diored, localizado no Parque Estadual do Utinga (Peut), em Belém.

O projeto é aberto para que toda a comunidade interessada possa participar das palestra e não é preciso se inscrever, basta comparecer ao local do evento, como explicou Gilton Moura, técnico ambiental da Semas. “A quinta da educação ambiental é aberta ao público, estudantes, profissionais da área ambiental e interessados que estejam dispostos a debater temas importantes. O evento consiste em uma oportunidade de debater temas atuais e se trocar conhecimentos com profissionais da área”.

Para 2017, a Diored está fechando uma série de palestras, promovidas uma vez por mês e ministradas profissionais da Semas e de outras instituições convidadas para tratar de temas de cunho ambiental. Esse trabalho conjunto faz parte da busca pelo fortalecimento da Educação Ambiental no Estado, com a finalidade de preservar o meio ambiente garantindo a sustentabilidade.

“A palestra foi muito produtiva porque destaca a necessidade de desenvolver ações de proteção da biodiversidade, que são importantes para proteger nosso patrimônio, os recursos naturais, a fauna e a flora. A conservação da biodiversidade é uma forma de proteger os diferentes seres vivos, inclusive a nossa”, disse a servidora da Semas, Selma Santos.

Crisomar Lobato, diretor de Gestão da Biodiversidade do Ideflor-bio, destacou a ação e a importância das unidades de conservação no estado. “Acho fundamental esse trabalho da Diored, porque temos como transmitir as nossas atividades. É muito importante que se crie e se conserve as unidades de conservação estaduais tanto de uso sustentável quanto de proteção integral. Preservar a biodiversidade dos ecossistemas, a cultura e as paisagens  nas unidades são fundamentais para garantir a perpetuação das espécies”.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará