Operação da Semas embarga áreas de desmatamento em São Félix do Xingu

whatsapp-image-2017-01-10-at-15-03-49 whatsapp-image-2017-01-10-at-16-48-26 whatsapp-image-2017-01-10-at-16-48-40

Belém, 12/01/2017 – Uma equipe de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) embargou 879 hectares de áreas de desmatamento, o equivalente a cerca de 900 campos de futebol, dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) Triunfo do Xingu, no município de São Félix do Xingu, região sudeste do Pará.

A ação, intitulada Demeter, foi realizada em parceria com o Grupamento de Polícia Especializada e Divisão de Meio Ambiente, da Polícia Civil, o Batalhão de Policiamento Ambiental e o Grupamento Aéreo de Segurança Pública do Estado. A operação teve início em 14 de dezembro e continuou até o dia 26 de dezembro. Nas áreas, também foram apreendidos quatro tratores, que eram utilizados para degradar a área ilegal.

Na primeira operação de fiscalização da Semas deste ano, está sendo executada uma continuação da operação anterior, a Demeter 2. A partir de dados levantados pelo monitoramento da secretaria e do cruzamento de informações obtidas em outros órgãos de monitoramento do estado, a Semas percebeu a devastação e emitiu autos de infração e de embargo a serem cumpridos na Área de Proteção Ambiental do Xingu.

Vinte servidores do Estado, a maioria da Semas, trabalham na operação Demeter 2, que continua na região de forma permanente. Em 2016, mais de 110 operações de fiscalização foram realizadas pelo órgão, com a finalidade de proteger os recursos ambientais do estado. Nas operações realizadas de 2015 até agora, mais de 70 pessoas foram presas, e os responsáveis pelas propriedades embargadas nesta segunda etapa da operação foram localizados e serão notificados.

Estratégia – A parte estratégica das ações de proteção ao meio ambiente é conduzida pela Assessoria de Inteligência e Segurança Corporativa, que atua na produção de conhecimento estratégico de gestão, apoio a operações policiais e sustentação nas fiscalizações, promovendo ações de comando e controle, cuja finalidade é o enfrentamento ao desmatamento ilegal na região.

A Semas atua de forma integrada com diversas instituições nas várias esferas de competência no que se refere às políticas de preservação e gestão ambiental no Pará. Quanto ao aumento do desmatamento, a secretaria informa que faz monitoramento constante de toda a extensão da cobertura vegetal do estado.

Além da contribuição de instituições como o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a Gerência de Monitoramento Ambiental, da Diretoria de Fiscalização da Semas está equipada também com tecnologias modernas de produção de imagens de satélite, sistema global de posição (GPS) e outras ferramentas capazes de identificar os danos ao meio ambiente causados pela exploração florestal ilegal.

Os órgãos fiscalizadores do meio ambiente têm recebido apoio da sociedade através de denúncias de ilícitos ambientais que acontecem próximo às suas comunidades e que prejudicam a qualidade de vida dessas populações

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará