Servidores participam de workshop sobre produtividade e gestão do tempo

Belém, 18/11/2016 – Inspirar, encorajar e desafiar. Foi com esse tripé de missões que o coach empresarial Marcelo Sousa veio à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) para ministrar um workshop sobre produtividade. “Tempo é vida e saber administrá-lo é uma arte. Precisamos governar nosso tempo ou seremos governados por ele”, conta o representante da Enterprise Coaching.

A busca por experiências que trazem bem-estar e resultados positivos são as motivadoras da tríade do tempo apresentada na palestra, que se dividem entre as tarefas e ações importantes, urgentes e circunstanciais. A abordagem, baseada na obra de Christian Barbosa, é resultado de uma pesquisa com mais de 3000 pessoas em diversos países.

Logo no começo, ao som de música instrumental clássica, servidores de diversos setores da secretaria foram convidados a responderem um questionário sobre como administram o tempo. Há quase 11 anos no ramo, Marcelo vive o empreendedorismo desde os 17 anos de idade. Ele avalia que nem sempre as escolhas que fazemos sobre como utilizamos nosso tempo são lúcidas. “Todos temos 168 horas por semana. O que fazemos com elas deve ser uma escolha só nossa, às vezes são conscientes, às vezes não. Se não definirmos nossas prioridades, alguém vai definir por nós”, destaca.

Dinâmicas e brincadeiras ajudaram a mostrar na prática as teorias expostas no curso, sobre temas como liderança, feedback e planejamento. Higo Tavares, advogado do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Coema), se considera um bom líder, mas admite que precisa de melhoras. “Vim aqui para aprender técnicas de organização do tempo, direcionando esse tempo para atividades edificantes e importantes”, conta ele que disse ter refletido bastante durante o workshop.

Marcelo chamou atenção para as metas fantasiosas a longo prazo e aconselhou que as metas alcançáveis precisam ser mensuradas com cautela. “Metas de 5, 10, 20 anos são vazias. Mudamos muito em curtos espaços de tempo. O meu eu de amanhã não será o mesmo de hoje. O essencial é que as metas sejam para 3 ou 6 meses, sempre contando com a imprevisibilidade da vida”. Evaldo Ribeiro, da Diretoria de Tecnologia da Informação, percebeu que precisa assumir o protagonismo da sua vida. “Foi a primeira vez que tive esse tipo de experiência e estou achando muito interessante. Pretendo sair daqui mais focado em trabalhar meu autocontrole”, afirma. Ele já saiu da palestra com uma meta definida: quer aprender programação Java para sistema Android, em curso que está sendo ofertado pela Semas.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará