Pássaros voltam livres à natureza em Paragominas

Belém, 31/10/16 – Pássaros da espécie curió foram devolvidos à natureza por técnicos do Núcleo Regional de Paragominas, da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), na região sudeste do Pará, na quarta-feira, 26. Os passarinhos foram entregues pelos criadores, espontaneamente, para que pudessem fazer a regularização no Sistema de Cadastro de Criadores de Passeriformes (Sispass).

De acordo com Paulo Arruda, coordenador do Núcleo, os animais foram soltos das gaiolas livres para o habitat natural, em trabalho desenvolvido pelos técnicos da Semas. “Os criadores foram notificados para que fizessem a entrega voluntária dos passeriformes aqui conosco e assim pudessem sair do status de irregularidade no sistema. O monitoramento dos criadores é feito de forma constante pelos técnicos aqui da Nure e isso garante a gestão adequada da nossa fauna silvestre”, explicou.

As aves foram recebidas pela Semas na terça (25) e passaram por uma série de análises dos técnicos da secretaria, para avaliar o estado de mansidão dos animais, além de uma análise clínica para que seja averiguada a possibilidade de soltura. 27 curiós foram libertados na região de mata no município. Outras quatro aves estão no Hospital Veterinário da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), desde o último final de semana, por estarem com sinais de domesticação, que impede a soltura para a natureza.

Atualmente, em torno 16 mil aves estão cadastradas no Sispass, sistema desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e também utilizado pela Semas, a partir de acordo de cooperação técnica, para apoiar a gestão e controle de passeriformes.

Curió – Cientificamente chamado Oryzoborus angolensis, o curió é uma ave bastante conhecida em todo o Brasil, especialmente pelo canto, bastante peculiar. Quando adulto, o curió macho chega a medir 15 cm e costuma habitar locais de floresta com baixa altitude e de clima úmido, daí a grande presença dessa ave na região amazônica.

De acordo com a Diretoria de Licenciamento Ambiental da Semas (DLA), o curió é, disparadamente, a espécie mais procurada por criadores no estado. Com base no cadastro do Sispass, é possível acompanhar o licenciamento para criação e ainda coibir o tráfico destes animais.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará