Palestra sobre monitoramento da fauna e Sistema Urubu é realizado na Semas

  

Belém, 19/08/16 – O auditório da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) ficou lotado nesta sexta-feira (19) para a palestra sobre monitoramento da fauna e o aplicativo ‘Sistema Urubu’, ministrado por Alex Bager, criador do sistema e professor da Universidade Federal de Lavras, em  Minas Gerais. Na ocasião, foram apresentados dados sobre atropelamentos de animais silvestres e explicado o funcionamento do aplicativo, utilizado para evitar esses acidentes.

Luciana Batista, da Diretoria de Recursos Hídricos (Direh) da Semas, ressaltou a importância do aplicativo para o monitoramento de morte de animais silvestres. “Achei muito interessante a vinda de um especialista no assunto para trazer essa discussão de como o sistema Urubu pode ajudar a evitar acidentes. É muito importante, até porque o Brasil é muito extenso e não seria possível fazer um mapeamento apenas com os especialistas. O aplicativo possibilita isso com a colaboração das pessoas”, comentou.

Segundo os dados apresentados, cerca de 475 mil animais silvestres são mortos por ano em decorrência de atropelamentos. Muitas espécies selvagens são noturnas, por isso, muitos acidentes ocorrem nesse horário, justamente nas horas em que o motorista está mais cansado, com mais pressa para chegar em casa e com menos visibilidade das estradas.

O palestrante, Alex Bager, contou como surgiu a ideia do aplicativo e comentou sobre a importância dessa palestra em um órgão ambiental. “O sistema Urubu foi criado em abril de 2014,  justamente porque a gente precisava de uma ferramenta que pudesse atuar no Brasil inteiro. Estávamos acostumados a trabalhar em pequena escala, então sentimos a necessidade de ter uma ferramenta para todo o território nacional e com isso criamos o aplicativo, tornando cada brasileiro um potencial parceiro. Poder vir até a Semas é uma satisfação tremenda, porque esse é o tipo de trabalho que mais gostamos, pois acreditamos que os servidores aqui dentro do órgão podem fazer a diferença”, destacou.

O sistema Urubu consiste em fotografar animais vitimas de atropelamento e assim fazer um mapeamento desses locais e o que se pode melhorar parar evitar esses acidentes. O aplicativo está disponível nas lojas virtuais no sistema Android e o IOS, e reúne dados das mais variadas fontes: usuários de rodovia, pesquisadores, concessionárias, órgãos governamentais, entre outros.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará