Pará é eleito para liderar discussões no Fórum dos Secretários de Estados da Amazônia Legal

  

Belém, 16/08/16 – O Estado do Pará foi escolhido para liderar a secretaria executiva do Fórum dos Secretários de Estados da Amazônia Legal. A eleição aconteceu em reunião na última sexta-feira (12), em Brasília, na presença do titular da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) do Pará, Luiz Fernandes Rocha, secretário adjunto de Recursos Hídricos da Semas, Ronaldo Lima, e secretário extraordinário do Programa Municípios Verdes (PMV), Justiniano Netto. Além disso, estiveram presentes representantes dos estados do Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia, Roraima, Tocantins.

Este foi o 5º encontro do Fórum, criado com o objetivo de fortalecer os laços entre os governos estaduais da Amazônia com o Governo Federal, para discutir e buscar soluções para questões ambientais de cada Estado da Região.

Entre os assuntos tratados na reunião, denominada como “Oficina de Intercâmbio de Alto Nível sobre Política de Mudanças Climáticas Pós COP 21″, estavam as propostas para o mecanismo de Redução de Emissão Provenientes de Desmatamento e Degradação (Redd) e a captação de recursos pelos estados para minimizar a emissão de gases de efeito estufa e o sistema de governança para realizar os projetos.

Outro ponto importante debatido pelos secretários é sobre como reverter a atual tendência do desmatamento. Segundo o secretário de meio ambiente do Pará, Luiz Fernandes Rocha, o caminho será investir em inteligência. “Nossa intenção é integrar as inteligências dos órgãos estaduais e do governo federal. A proposta é que os estados possam agir conjuntamente no combate às quadrilhas no desmatamento ilegal.”

De acordo com o secretário de meio ambiente do Amazonas, Antônio Stroski, integrar as ações do governo federal com o governo estadual são fundamentais. “A Amazônia fez uma grande redução no desmatamento, e isso permitiu ao governo federal apresentar uma meta ousada na Conferência de Paris. Por isso nós queremos ser ouvidos, queremos ser inseridos nas políticas conduzidas pelo governo federal”.

O secretário de mudança do clima e qualidade ambiental (SMCQ) do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Everton Lucero, explicou que a proposta do governo federal é ampliar os canais de diálogo com todos os entes federativos em busca de soluções conjuntas que resultem em políticas de alcance nacional. Sobre as metas propostas no encontro em Paris, Everton ressaltou que “as metas brasileiras apresentadas abrangem todo o conjunto da economia, em especial a agropecuária, energia e setores do uso da terra e das florestas. O acordo de Paris deve ser encarado como uma oportunidade para que nós tomemos um rumo de desenvolvimento de fato sustentável, de baixo carbono”.

Ascom Semas com informações MMA

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará