Servidores da Semas recebem orientação sobre as mudanças no código de trânsito

DSC_0036[1] DSC_0028[1] DSC_0034[1]

Belém, 29/06/2016 – Mudanças no código de trânsito e as boas práticas dos condutores para a redução dos índices de acidente, foram temas de uma palestra realizada no auditório da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), nesta quarta-feira (29), para servidores do órgão. A ação foi uma parceria entre Semas e o Departamento de Trânsito do Pará (Detran) com o objetivo de orientar e informar os condutores da secretaria  para que todos possam se adequar as novas regras do código de trânsito e salientar a importância do respeito a lei como mecanismo de redução das taxas de acidente.

O coordenador de educação do trânsito do Detran, Hércilio Prado de Castro, falou sobre as importância dos condutores se adequarem as mudanças e de estarem atentos para não cometerem nenhuma infração. “Algumas leis sofreram algumas modificações, como o caso da lei seca, o valor das multas, então é importante reforçar aos condutores para estarem cientes das mudanças e das suas obrigações no trânsito”, disse. A lei seca foi instituída em 2012 e desde a criação têm transformado alguns hábitos de alguns motoristas, em uma recente modificação, o valor da multa e da quantidade de bebida alcoólica permitidos foi alterado. A lei antiga permitia até 6 decigramas de álcool por litro de sangue, o que equivalia a dois copos de cerveja, agora não é mais tolerado nenhuma quantidade de álcool. Já o valor da multa, que antes era o equivalente a R$ 957,  agora é de R$ 1.915,30 além de ter a perda da carteira de motorista por 12 meses.

“Sou motorista a mais de 20 anos e é muito importante está atento as mudanças na legislação e ter os cuidados necessários para evitar qualquer problema. A vinda do Detran aqui é interessante para fazer essa reciclagem dos servidores e mostrar o que mudou e como podemos melhorar para fazermos um trânsito seguro”, disse o servidor da Semas, Gean Carlos Almeida, da Gerência de Treinamento e Desenvolvimento (GTD).

O gerente de Controle e Transporte da Semas (Getran), Paulo Piragibe, também falou da importância da palestra como uma forma reciclar os motoristas. “É muito importante para se adequarem a nova legislação e também para aqueles que tiram habilitação a muitos anos a relembram alguns pontos da lei de trânsito, até para a  segurança de todos nas estradas”.

No dia 5 de maio foi publicado no Diário Oficial da União uma nova lei com algumas modificações no Código de Trânsito Brasileiro que entra em vigor em 180 dias, entre elas, está o aumento dos valores das multas aplicadas por infrações de trânsito. A pontuação continuará a mesma:

– Leves: passarão de R$ 53,20 para R$ 88,38 (3 pontos);

– Médias: passarão de R$ 85,13 para R$ 130,16 (4 pontos);

– Graves: passarão de R$ 127,69 para R$ 195,23 (5 pontos);

– Gravíssimas: passarão de R$ 191,54 para R$ 293,47 (7 pontos).

Com as mudanças o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) passará a divulgar os valores arrecadados com as multas, pela internet e a destinação dos recursos. A nova lei também prevê que as multas passem a ser corrigidas pelo Conselho Nacional de Trânsito, órgão ligado ao Denatran, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), que mede a inflação.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará