Semas participa de Semana do Meio Ambiente da Sectet com ações de educação Ambiental

69601_215308 69601_215309   IMG_4669 (1) IMG_4682

Belém, 07/06/2016 – Com o objetivo de disseminar o desenvolvimento equilibrado, pautado por uma economia verde e seguindo os princípios da sustentabilidade, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) e a Fundação Guamá realizaram, nesta segunda-feira, 6, a “Ação Educativa – Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Sustentável”, alusiva à Semana Mundial do Meio Ambiente.

A ação ocorreu no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá) e contou com o apoio das das Secretarias de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e Educação (Seduc), além da Embrapa Amazônia Oriental. Na ocasião, cerca de 80 alunos do 5º ano da Escola Estadual Virgílio Libonatti, localizada no entorno do Parque, tiveram a oportunidade de aprender, por meio de uma programação lúdica e interativa, a importância da preservação do meio ambiente para garantir um mundo para elas e para as futuras gerações.

Os técnicos da Coordenadoria de Educação Ambiental da Semas, Gilton Moura e Márcio Eokin, realizaram a abertura do evento com a realização do jogo “Amigo do Meio Ambiente”. As crianças se divertiram bastante e, ao mesmo tempo, puderam aprender sobre assuntos complexos, como a destinação correta do lixo, reaproveitamento de materiais, consumo consciente e medidas para evitar o desperdício de água.

Como estímulo e continuidade da ação, foram doados jogos educativos para os professores sortearem em sala de aula para os alunos, sensibilizando ainda mais os pequenos sobre a importância da preservação e conservação ambiental. A professora Elza Corrêa de Souza Alves, interagiu bastante com os alunos e destacou a importância da ação para os pequenos. “Esse tipo de prática permite uma aprendizagem mais rápida e duradoura, foi excelente sairmos de sala de aula e aprendermos juntos. Gostei muito”.

Em seguida, o arte educador do Projeto Saci, Ângelo Fonseca, realizou uma performance teatral na qual utilizou figuras do imaginário amazônico, como o Curupira, Matinta-Pereira e o Boto, para debater questões ambientais. Já a supervisora do Laboratório de Sementes Florestais da Embrapa, Elizabeth Shimizu, apresentou às crianças um pouco do trabalho realizado pelo Laboratório na busca por preservar espécies florestais nativas e apresentou algumas árvores emblemáticas, como Pau-Brasil, Ipê-Amarelo, Samaúma, Castanha-do-Brasil, Seringueira e Mogno. Na sequência, houve o plantio das mudas dessas árvores que foram doadas pela Embrapa, despertando um grande entusiasmo nas crianças.

Fonte: Agência Pará

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará