Fiscalização da Semas avalia mortandade de peixes no município de Salinópolis

Belém, 06/5/16 – A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) enviou uma equipe de técnicos para fiscalizar e avaliar as causas de uma grande quantidade de peixes mortos que foi encontrada próximo ao lago do Pedalinho, neste domingo (1º), no município de Salinópolis, nordeste paraense.

De acordo com a equipe da Semas, o fenômeno é decorrente de causas naturais e ocorreu devido as variações sazonais de salinidade na região. Em geral, animais aquáticos como peixes, sejam de água doce ou salgada, não conseguem suportar variações muito grandes no meio onde vivem. Nesse caso, o período de chuvas ocasionou o encontro das águas do oceano atlântico com os rios da região, provocando alterações na salinidade e índices fora dos limites suportados.

A Secretaria de Meio Ambiente de Salinópolis  (Semma) informou à Semas que a força da maré arrastou os peixes para os litorais e furos do rio, mas que a maior parte deles estava na Praia do Maçarico. Ainda segundo informações da Semma, este é um fenômeno natural que ocorre anualmente.

A Semas constatou ainda que, após denúncia dos moradores por conta do mau cheiro deixado pelos animais, a Prefeitura iniciou a retirada dos peixes na segunda-feira, 2, e deverá continuar a ação até que a área esteja completamente limpa.

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará