Governo do Estado já viabilizou qualificação da Gestão Ambiental para 116 municípios

DSC_0222

DSC_0187

DSC_0137

Castanhal, 04/03/2016 – O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), já viabilizou qualificação da Gestão Ambiental Municipal para 116 municípios do Pará, o que corresponde a cerca de 80% do Estado. A qualificação, que visa capacitar gestores e técnicos das Secretarias Municipais e Membros do Conselho Municipais de Meio Ambiente para o pleno exercício da gestão municipal, esteve no polo Castanhal durante os dias 1 a 4 de março, onde foram ofertadas 172 vagas. Os municípios restantes receberão o treinamento em Altamira e Santarém, até o mês de abril.

O último dia da Qualificação da Gestão Ambiental para os 45 municípios das regiões Guamá, Caeté e parte do Capim começou com uma palestra sobre o Portal da Transparência da Semas. O portal, lançado em dezembro de 2015, é um espaço no site oficial da Semas onde constam todas as ferramentas e informações a respeito de legislações, termos de referência, ICMS Verde, Lista de Desmatamento Ilegal (LDI), editais, planos de manejo e comercialização de produtos florestais.

Mais de 100 pessoas foram qualificadas através das palestras promovidas durante os quatro dias de curso, onde técnicos da Semas puderam passar de forma mais detalhada como funcionam todos os procedimentos internos. Milena Gomes, técnica ambiental de São João de Pirabas, avalia de forma positiva os dias de treinamento. “Conseguimos entender melhor como são feitos os procedimentos, mas o que eu gostei mesmo foi perceber que precisamos trabalhar mais a questão da educação ambiental, intensificar mais a ideia de prevenção”, disse.

Durante o dia de trabalho, os gestores e técnicos aproveitaram para tirar dúvida a respeito de roteiros de elaboração em educação ambiental e capacitação de recursos. Ao final do evento o Secretário de Meio Ambiente, Luiz Fernandes Rocha, falou aos representantes sobre o trabalho que está sendo feito em parceria com os municípios. “Quero dizer a todos vocês que nós estamos juntos, no lado bom e no lado ruim! É preciso entender que a descentralização melhora a arrecadação do município e ajuda no desenvolvimento de todo o Estado”, disse.

O prefeito de Ourém, Valdemiro Fernandes Coelho Júnior, falou a respeito da descentralização no município. “É preciso descentralizar juntos para cuidarmos do meio ambiente e sempre tentar fazer um pouco a mais pelos nossos municípios”. Já a prefeita de Igarapé-Açú, Sandra Uesugi, lembrou aos presentes da necessidade de todos contribuírem com a gestão ambiental. “A secretaria não pode trabalhar sozinha, a questão ambiental é uma questão de todos e muito complicada de trabalhar, já que precisamos fazer com o que as pessoas entendem que há a necessidade de sobrevivência do meio em que vivemos”, afirmou.

O último dia do curso, realizado com recursos do Fundo Amazônia, e gestão do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), teve ainda a certificação dos participantes e uma palestra do Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia) a respeito do Sistema de Gestão Ambiental (SIGAM).

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará