Secretários municipais aprovam curso de Qualificação da Gestão Ambiental

Marabá, 19/02/16 – Os secretários municipais das regiões de Carajás, Araguaia, Lago de Tucuruí e parte do Rio Capim avaliaram como essencial para o avanço de seus respectivos municípios no processo de descentralização o curso de Qualificação da Gestão Ambiental, promovido pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

Realizado em Marabá, de 16 a 19 de fevereiro, o curso levou aos mais de 100 representantes municipais resumos do trabalho da Semas nas suas diversas áreas de atuação, dentre as quais gestão florestal, monitoramento, fiscalização, licenciamento, educação ambiental e procedimentos jurídicos.

Para o secretário de meio ambiente de Floresta do Araguaia, Roberto Seabra, que foi empossado na última segunda-feira, 15, o curso foi o direcionamento que ele precisava para iniciar o trabalho. “Achei o curso excelente. O meio ambiente sempre foi meu forte, e como trabalhei muito tempo em banco, já entendia dessa parte burocrática, e agora, este curso veio para embasar minhas ações como secretário”, afirmou.

Avaliação semelhante fez o secretário de Santana do Araguaia, Adorisvaldo Pereira, conhecido como Doca. Para ele, “a qualificação está sendo excelente e todos os treinamentos repassados vão enriquecer nosso currículo em termos de conhecimento. Cada técnico nosso vai levar uma experiência excelente e esse conhecimento vamos aplicar em todos os processos e atividades realizadas pela Semma do município”, disse. Ele elogiou o desempenho da equipe em repassar o conteúdo, comparando com a técnica de professores universitários. “Quando o professor entende bem da matéria, ele passa aquilo para os seus alunos. Eu acho que o curso está de parabéns, porque todos têm conhecimento muito vasto na área ambiental”, avaliou.

O município de Rondon do Pará, que já é descentralizado, foi representado pela secretária de meio ambiente Jackeline Guedes, levou a equipe para tirar dúvidas sobre licenciamento. “Algumas coisas já tínhamos conhecimento, então, nos ajudou para tirar dúvidas, especialmente sobre licenciamento rural. Então, esse treinamento veio a somar realmente”, considerou.

Também entre os municípios descentralizados estiveram Marabá, cidade anfitriã do evento, e Cumaru do Norte, representadas respectivamente pelos secretários Carlos Brito e Paulo Silva. Para Brito, mesmo que eles já façam gestão local há anos, sempre é possível aprender mais e trocar experiências sobre procedimentos. “A Qualificação é benéfica para todos os municípios, seja para aqueles que estão iniciando agora sua gestão quanto para os mais avançados. Essa troca de experiências é muito importante para os gestores, mas também para os técnicos. Por isso eu fiz questão de trazer nossa equipe para o curso”,disse.

De acordo com Paulo, de Cumaru do Norte, município que tem gestão de meio ambiente há dois anos, a realidade local se assemelha a de outros municípios paraenses no que diz respeito a problemas ambientais, que analisa serem fortes e visíveis por conta do desmatamento e atividades garimpeiras, mas explicou que felizmente, depois de sucessivos trabalhos na pasta, no final de 2015, se tornou um Município Verde. “Fizemos cair esse desmatamento para níveis aceitáveis pelo Estado e pela União, que era de 60 km² para, agora, 25 km². Conseguimos, em dezembro, o título de Município Verde, então, eu considero um marco histórico pra gente, porque trabalhamos muito não no comando e controle, mas com a educação ambiental, que é nosso carro forte”, comemorou.

Para Silva, a próxima meta é fazer a equipe local ter a mesma capacidade técnica que o corpo da Semas. “Vocês estão de parabéns, e o nosso sonho é ver a nossa Semmas do município ter uma bagagem tão grande quanto a de vocês. Estou voltando pra casa feliz com todo conhecimento que foi passado aqui”, garantiu.

Os gestores dos municípios de Pau-d’Arco e Água Azul do Norte – que ainda não fazem gestão ambiental local – Anderson Pau-d’Arco e Leusimar Rios, também se sentiram beneficiados pelo curso. “O município está em processo de descentralização e este curso vem num momento especial para nós secretários que acabamos de ser empossados, porque já estávamos vendo o passo a passo de como funciona uma secretaria, um órgão ambiental, fiscalização, autuação, e de como deve ser organizada uma secretaria. Então, eu só tenho a agradecer”, relatou.

Já a secretária Leusimar destacou que o curso foi essencial para o município de Água Azul do Norte no que se refere a licenciamentos de pesca, pecuária e da atividade madeireira, típicos da região dela. “O curso foi de grande valia para o nosso aprendizado, para desenvolvermos um bom trabalho. Daqui pra frente, minha secretaria que ainda não é habilitada, poderá trabalhar nisso, para ficarmos dentro de todos os requisitos”, avaliou.

Ascom Semas

 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará