Curso de formação de tutores para atendimento ao recém-nascido de baixo peso

Belém, 05/5/15 – Com a organização do Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, o curso de capacitação de tutores para o Método Canguru será realizado nos dias 5, 6 e 7 de maio. A programação será ministrada por consultores do Ministério da Saúde, além de tutores estaduais. O objetivo é capacitar profissionais da atenção básica no atendimento ao recém-nascido de baixo peso, para construir uma linha de cuidado ampla para crianças egressas de unidades neonatais, incentivando o cuidado na atenção básica.

O público alvo será constituído por profissionais da atenção básica, gestores da Sespa  e tutores do método canguru da Santa Casa. Entre os assuntos debatidos estará a Política de Atenção Humanizada no Brasil e cuidados como amamentação, posicionamento, pesagem, banho e troca de fraldas.

O Método Canguru, desenvolvido na Santa Casa, é certificado pelo Ministério da Saúde como referência estadual. Trata-se de um programa de atendimento a recém-nascidos de baixo peso. A Santa Casa oferece assistência no Método Canguru em três etapas: 1ª etapa – Começa no pré-natal, seguido de internação do recém-nascido de baixo peso na Unidade Neonatal (Unidade de Tratamento Intensivo – UTI neonatal e Unidade de Cuidados Intermediários); 2ª Etapa – O bebê tem sua permanência contínua com a mãe na Enfermaria Canguru, de modo que os cuidados com o recém-nascido tenham maior participação materna;  3ª etapa –  O acompanhamento da criança e da família no ambulatório até o bebê atingir o peso mínimo de 2.5 Kg, mantendo-se a abordagem biopsicosocial

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará