Evento discute a sociobiodiversidade em áreas protegidas do Pará

Belém (04/2015) – O conceito de sociobiodiversidade esteve em discussão ontem (31) durante uma mesa redonda realizada no auditório do Parque Estadual do Utinga. A mesa “Conservação da Sociobiodiversidade do Pará” dialogou sobre o termo conceitual da sociobiodiversidade e sua aplicabilidade nas políticas públicas voltadas para as diversas categorias de grupos sociais localizados dentro ou no entorno das Áreas Protegidas do Pará. O evento teve a participação da Profª. Dra. Regina Oliveira, do Museu Paraense Emílio Goeldi e do Profº. Dr. Flávio Barros, da Universidade Federal do Pará.

Segundo Flávio Barros, o tema da sociobiodiversidade é de extrema relevância para se discutir no Pará, que é parte da Amazônia e um Estado de tamanho continental. Para o pesquisador também se faz importante pensar políticas públicas voltadas para atender as necessidades e os anseios dos povos e comunidades tradicionais. “Temos que pensar como a sociobiodiversidade pode contribuir com a soberania alimentar das nossas populações e da nossa sociedade paraense, uma vez que temos no nosso Estado uma agrobiodiversidade que está presente nas florestas, nos rios, nos campos de cultivo desses povos”, destaca. Ele ressalta ainda que as ações devem acontecer de forma equilibrada para trazer soberania e bem viver a todos os povos da Amazônia.

Cláudia Kahwage, da recém criada Gerência da Sociobiodiversidade do Instituto do Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio), explica que o conceito de sociobiodiversidade é muito mais abrangente que somente povos indígenas e comunidades quilombolas, abrange também o ribeirinho, o extrativista, e muitas outras comunidades e a conservação de seus costumes, língua e tradições. “Resolvemos propor o evento porque decidimos que seria importante se atualizar no conceito e convidamos pesquisadores para comentar o tema”, destaca. O evento foi promovido pela Diretoria de Gestão da Biodiversidade/Gerência de Sociobiodiversidade do Ideflor-Bio.

Fonte: IdeflorBio-PA

Ascom Semas

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará