Semas vistoria obras de estações de transbordo de cargas

DSC_0557 - equipe vistoria obras DSC_0483 - equipe entrevista pessoas envolvidas familia atendida

Santarém (06/02/15) – Uma equipe multidisciplinar da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) verificou, na quinta-feira (5), o desenvolvimento das obras de implantação das Estações de Transbordo de Cargas (ETC) das empresas Hidrovias do Brasil, Cianport, Cargill e Bunge, esta última em funcionamento, as demais estão em fase de implantação. Avaliou também o cumprimento de condicionantes das licenças concedidas, a exemplo da implantação de programas de Educação Ambiental e de Capacitação de mão-de-obra local, que estão sendo atendidas, segundo técnicos do órgão ambiental.

Os sociólogos da Semas, Lígia Passinho e Mário Nascimento, verificaram os relatórios da empresa e checaram o local as atividades desenvolvidas, constataram que é preciso que a empresa continue cumprindo o previsto nos programas e a Prefeitura faça uma gestão eficiente. “Nos alegra ver que o trabalho esteja alcançando resultados tão consistentes. Vamos continuar acompanhando de longe e de perto, sempre que possível, essa e outras parcerias. Em breve, outros três empreendimentos poderão ser instalados aqui e já ter uma base que funcione”.

Parcerias – Em parceria com a Prefeitura Municipal de Itaituba, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), essas empresas atenderam 429 pessoas, em 2014, em programas de cursos profissionalizantes, atividades de educação e ações socioambientais, através do Centro de Referência de Assistência Social (Cras). Além disso, o Cras atende mais de 200 famílias e promove oficinas de artesanato, aulas de teatro, dança, canto, pintura e palestras de orientação sexual e de saúde em geral, também para crianças e adolescentes.

Dois cursos profissionalizantes formaram alunos recentemente em Miritituba, distrito portuário do município de Itaituba, região Tapajós: operador de empilhadeira e operador de retroescavadeira. Outros cinco cursos estão em andamento: auxiliar administrativo, mestre de obras, eletricista industrial, pedreiro de alvenaria estrutural e agente de observação de segurança, além de um curso, na sede de Itaituba, de agente de limpeza urbana. “É uma forma de inseri-los no mercado de trabalho e dar uma oportunidade de emprego, esclareceu Fabíola Wickert, coordenadora de articulação social da Ambientare.

Uma das alunas beneficiadas pela profissionalização, Mayara Tavares, de 16 anos, considera que o curso de auxiliar administrativo mudou sua perspectiva de futuro. “Antes de entrar no curso, eu não pensava muito alto, mas agora quero trabalhar em uma dessas Estações daqui, enquanto não me formo na faculdade”, destacou. A mãe da estudante, Eliane dos Anjos, dona de casa, acrescentou que, além dos benefícios dos projetos para Mayara e aos outros três filhos, percebe mudanças no comportamento deles. “Depois que eles passaram a participar das atividades do Cras, nosso relacionamento melhorou bastante em casa, e vejo que eles aprendem e gostam muito”.

Centro Comunitário Integrado – Convênio firmado entre a Associação dos Terminais Portuários e Estações de Transbordo de Cargas da Hidrovia do Tapajós (Atap) e a Prefeitura Municipal permitiu a construção de um Centro Integrado, que está na fase final da obra. O prédio vai abrigar a sede da Subprefeitura do Distrito de Miritituba, e tem uma quadra poliesportiva com arquibancada, vestiários, salas de aula, refeitório, administração, cozinha e uma sala de acolhimento. A ideia é de um Centro Comunitário Integrado, que vai congregar atividades de educação, qualificação profissional, orientação social, cursos de geração de renda, e ainda esporte e lazer. A divisão dos espaços permite que funcione um Cras naquela estrutura, para crianças e adolescentes e suas famílias. As salas, à noite, serão usadas para realização de cursos profissionalizantes.

 

Ascom Sema

(91) 3184-3341

 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará