Ex-ocupantes do Parque Serra das Andorinhas recebem indenizações da Sema

foto 3 foto 2 foto 1

Belém, 18/11/14 – Ex-ocupantes do Parque Estadual Serra das Andorinhas/Martírios (Pesam), no município de São Geraldo do Araguaia, sudeste do Pará, participaram de uma reunião, no último fim de semana, com o secretário de Meio Ambiente do Pará, José Alberto Colares, para finalização do pagamento das indenizações das benfeitorias construídas por 138 famílias dentro da Unidade de Conservação.

O titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) enfatizou o compromisso estadual com a preservação do meio ambiente. “hoje se conclui a conquista de uma luta que se arrastou por mais de 10 anos, onde os envolvidos foram vitoriosos. Essa ação é o reflexo do comprometimento do governo do Estado com a sociedade deste município. Proteger o Parque Serra das Andorinhas é garantir a sustentabilidade ambiental na região”, afirmou.

Colares destacou a participação da Defensoria Pública, representada por Rogério Siqueira; e do Ministério Público, por Gilberto Lins, que sempre contribuíram para o andamento do processo de pagamento das famílias ocupantes do Parque Serra das Andorinhas. O trabalho também envolveu técnicos da Coordenadoria de Unidades de Conservação, da Sema.

Os valores indenizatórios foram definidos com orientação do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Na medida compensatória, o valor do hectare de um produtor médio ficou entre 5 mil e 25 mil reais. A menor indenização recebida é de R$ 75.060,40 e a maior de R$ 117.872,96.

Presidido pelo gerente do parque, Abel Pojo, o encontro ocorreu na sede administrativa do Pesam com a participação de, aproximadamente, 200 pessoas. Também participaram da solenidade o diretor de Áreas Protegidas (Diap), da Sema, Crisomar Lobato; o vice-prefeito de São Geraldo do Araguaia, Leandro de Sá; o vereador do município, Douglas Costa; o professor da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e Conselheiro do Pesam, José Pedro; além de vereadores e líderes políticos e religiosos da região.

Ao se referir ao valor econômico injetado em São Geraldo do Araguaia, o vice-prefeito, Leandro de Sá, reforçou a importância do Parque. “A Serra das Andorinhas é rica em belezas naturais e aqui ocorreu a Guerrilha do Araguaia, episódio importante da história recente do Brasil”, frisando também a possível melhoria da qualidade de vida das famílias indenizadas.

O diretor da Diap, Crisomar Lobato, antecipou projetos previstos para o Parque. “Pretendemos construir um complexo administrativo e melhorar a infraestrutura. Vamos construir auditório, instalar uma biblioteca ambiental, implementar o programa de ecoturismo, pesquisa científica e de uso público; além da construção de um portal, guaritas, mirante e sinalizar a área de proteção ambiental. Vamos também elaborar o plano de manejo da APA Araguaia”.

Gisela Guimarães, ex-moradora da área, falou em nome das mulheres da Serra das Andorinhas. “Essa indenização financeira que recebemos vai mudar nossa vida. Nossas famílias estavam impossibilitadas de plantar o sustento e não tínhamos recursos para sair do local e adquirir outra propriedade. Agora podemos fazer isso com tranquilidade. Entendemos que a mudança é para o bem de todos e preservação da vida animal e vegetal”.

Depois da reunião com os ex-moradores do Parque Serra das Andorinhas, os participantes foram à ilha dos Martírios – sitio arqueológico localizado no leito do rio Araguaia; à vila Santa Cruz dos Martírios e ainda visitaram um dos pontos turísticos de maior altitude  da unidade, conhecido como mirante.

Fonte: Pesam

Fotos: Nilson Amaral

Ascom Sema

(91) 3184-3341

 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará