Alunos de Geografia da UFPA estudam no Parque Serra das Andorinhas

Estudantes escalaram um dos pontos mais altos do Parque Serra das Andorinhas (2) Grupo de academicos ficaram encantados com a beleza das praias do Rio Araguaia Na ilha dos Martírios os visitantes conheceram várias gravuras rupestres

Belém, 04/11/14 – O Parque Estadual Serra dos Martírios/Andorinhas (Pesam), no município de São Geraldo do Araguaia, sudeste do Pará, recebeu esta semana estudantes do curso de Geografia da Universidade Federal do Pará, campus Belém. A finalidade dos alunos foi conhecer o solo, o relevo, o clima, a vegetação, a distribuição das águas, a ordenação social e a relação das populações locais com o meio ambiente na Unidade de Conservação.

Os acadêmicos assistiram palestra sobre a fauna e a flora do local, turismo, pesquisa e conheceram as ações de educação ambiental desenvolvidas na área protegida. A professora Márcia Aparecida Pimentel coordenou a visita do grupo, recebido pelo gerente do Pesam, Abel Pojo.

A Vila Santa Cruz dos Martírios foi visitada pelos futuros geógrafos, onde aprenderam como os moradores sobrevivem e o modo vida na localidade; foram também à Ilha dos Martírios e à Pedra Escrita, sítio arqueológico com aproximadamente 5 mil gravuras e inscrições rupestres, localizado no rio Araguaia.

Nas trilhas os alunos receberam informações sobre a vegetação e a formação rochosa da região, frequentaram dois balneários localizados na Área de Preservação Ambiental (APA) Araguaia: a cachoeira Três Quedas e o Parque das Águas. E ainda percorreram dunas que formam uma das praias do rio Araguaia.

Parque

O Pesam possui plano de manejo e Conselho Gestor consultivo, tem como principal objetivo preservar os seus ecossistemas naturais, belezas cênicas e recursos arqueológicos. A área do parque está em uma zona de transição entre a amazônia e o cerrado, o que confere a seus oito ecossistemas uma incomum riqueza e complexidade. Seu território se encontra numa região de serras, proporcionando um grande diferencial paisagístico ao parque.

Os recursos arqueológicos, a diversidade e especificidade de espécies vegetais e animais, além da grande quantidade de cachoeiras e outros aspectos da área protegida provocam o interesse dos visitantes. No entorno do Parque, foi instituído pela Lei no 5.983, a criação da Área de Proteção Ambiental de São Geraldo do Araguaia (APA Araguaia), com objetivo de conservar e recuperar os ecossistemas, visando à melhoria da qualidade de vida da população local através de programas e projetos de desenvolvimento sustentado e, consequentemente, o amortecimento dos impactos ambientais que avançam em direção ao referido parque.

A APA Araguaia e o Pesam possuem elevada importância nas áreas de botânica, biologia e arqueologia, reunindo beleza cênica, riquezas naturais e tesouros arqueológicos numa proporção incomum, possuem o segundo maior sítio arqueológico de inscrições rupestres a céu aberto do mundo. A região é marcada também pela Guerrilha do Araguaia, ocorrida na década de 70.

Visitas com fins de pesquisas e turismo devem ser agendadas no email  parqueandorinhas@gmail.com ou fone (94) 3331 1197.

Fonte: Programa de comunicação do Pesam

fotos: Nilson Amaral

Ascom Sema

(91) 3184 3341

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará