Projeto Horta Escolar é implantado nas comunidades do entorno do Pema

horta 1 horta 2 horta 3

Belém, 13/06/14 – Capacitar os alunos das comunidades do entorno do Parque Estadual Monte Alegre (Pema) para o cultivo de hortaliças nas escolas e em suas comunidades é o principal objetivo do projeto “Horta Escolar”, desenvolvido pelos técnicos Elineuza Trindade e Raimundo Raiol, da Diretoria de Áreas Protegidas, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Diap/Sema).

O projeto tem a finalidade de intervir na cultura alimentar e nutricional dos alunos da rede municipal de ensino nas comunidades do entorno do Parque. “A ideia do projeto é sensibilizar o aluno para as questões ambientais, despertando seu interesse pela natureza, apontar os benefícios de uma alimentação saudável e incentivá-los a colocar em prática nas suas próprias casas o que aprenderem com o desenvolvimento da atividade na escola”, explica Elineuza.

A Horta Escolar também promove o resgate do cultivo da terra, gerando uma reflexão sobre a importância do consumo de alimentos frescos e sem agrotóxicos, a preservação do meio ambiente e o incentivo à possibilidade de expansão das hortas para os quintais das casas dos alunos.

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e a Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) de Monte Alegre também são parceiras da Sema no projeto, disponibilizando um técnico agrícola com experiência de campo na implantação e condução de hortas domésticas e comunitárias. O técnico da Emater teve participação direta na fase de planejamento e ajuste do projeto, após as visitas realizadas para levantamento de espaço disponível e reconhecimento da realidade local de cada escola.

As hortas estão sendo implantadas nas escolas comunidades de Lages, Paytuna, Santana, Ererê, Maxirá e Maxirazinho. Em todas as escolas procurou-se selecionar uma área bem próxima do prédio, porém distante de fossas e esgotos, tomando cuidado também para que o local do canteiro fosse arejado e recebesse a luz solar direta, uma vez que o excesso de sombra pode comprometer o desenvolvimento das hortaliças.

Devido ao pouco espaço físico disponível na maioria das escolas, optou-se pelo planejamento de apenas um canteiro por unidade educacional, para servir como demonstração das técnicas de cultivo de hortaliças. O cultivo foi direcionado para somente três espécies de plantas olerícolas, sendo uma folhosa (couve) e duas utilizadas como tempero (cebolinha e coentro).

Ascom Sema

(91) 3184-3341

 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará