Seminário debate legislações florestal e de recursos hídricos aplicadas no Pará

DSC_0030 DSC_0033 DSC_0044

Belém, 21/03/14 – A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), através das Diretorias de Recursos Hídricos (Direh) e Áreas Protegidas (Diap) e parceria com a Universidade da Amazônia (Unama), realizou nesta sexta-feira, 21, o II Seminário Estadual de Águas e Florestas em alusão aos Dias Mundiais das Florestas e das Águas – 21 e 22 de março, respectivamente.

Na ocasião, foi ressaltada a importância de estratégias de conservação ambiental e o valor dos debates entre profissionais e estudantes que atuam na área de gestão ambiental e recursos hídricos. Nas palestras e mesa-redonda também foram apresentadas as características das Unidades de Conservação, entre elas as da região Calha Norte, gerenciadas pela Sema.

O Secretário de Meio Ambiente do Estado, José Alberto Colares, destacou a importância do seminário, que enfatizou o principal desafio da gestão, garantir a sustentabilidade. “Temos que garantir uma economia baseada em recursos naturais, e ao mesmo tempo garantir a sustentabilidade e a preservação desses recursos, para isso, precisamos que a sociedade participe e colabore com nossa gestão”, ressaltou.

Na palestra de Gestão de Recursos Hídricos no Estado do Pará, a diretora da Sema, Verônica Bittencourt debateu pontos como a implementação da legislação nacional e estadual de recursos hídricos e as principais ações desenvolvidas pelo governo, que deve iniciar a elaboração do plano estadual de recursos hídricos, implantar o sistema estadual de informações sobre recursos hídricos, iniciar as ações do pacto nacional pelas águas, que é uma parceria com a Agência Nacional de Águas (ANA) e a implantação do sistema de gerenciamento de outorgas, para acelerar a análise de processos e atendimento aos usuários.

A coordenadora do evento, Maria Bentes, ressaltou que a junção das temáticas fortaleceu os debates. “Uma das metas da Sema, para 2014, é a criação do Gerenciamento Costeiro (Gerco), que busca gerenciar as zonas costeiras do Pará e a elaboração do roteiro para criação de Unidades de Conservação e implementação do Sistema Estadual das Unidades de Conservação”.

O diretor de Áreas Protegidas, Crisomar Lobato, palestrou sobre os ecossistemas costeiros do Estado do Pará, ressaltando a proteção da biodiversidade. A respeito do Seminário, disse que a programação é voltada principalmente para os acadêmicos. “Os estudantes devem estar cientes do que está se fazendo de planos, programas e projetos sobre o meio ambiente, nos seus mais diversos segmentos para a preservação da biodiversidade, dos ecossistemas e dos recursos naturais”, conclui.

A estudante do 6º semestre de engenharia ambiental, da Universidade da Amazônia (Unama), Taís Carvalho, disse ter afinidade com a área por se preocupar com as questões ambientais. “No começo pensei em várias áreas, mas me interessei nas questões sobre o meio ambiente, que possui muitos problemas como desmatamento e poluição. Espero que possa ajudar a resolver essas questões ambientais”, disse.

Ascom Sema

(91) 3184 3341

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará