Gerenciamento Costeiro do Pará busca experiências em Santa Catarina

  ivens 01      gERCO 2

Belém – 20/11/2013 – A Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Pará (Sema) enviou uma comitiva de técnicos para conhecer, de 17 de novembro até 23, a Política de Gerenciamento Costeiro (Gerco) da Secretaria de Estado do Planejamento de Santa Catarina, no sul do Brasil. Esse modelo de política foi indicado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), como exemplo de experiências inovadoras na área.

Segundo o coordenador de Ordenamento Ambiental, da Sema, Yvens Cordeiro, o estado do Pará tem em torno de 6 milhões de hectares de zona costeira em 39 municípios e agora o governo do Pará pretende elaborar também seu Plano Estadual de Gerenciamento Costeiro. “Nosso objetivo é conhecer os instrumentos e ferramentas utilizadas por Santa Catarina, a integração do zoneamento costeiro e o projeto Orla”, enfatiza.

O coordenador do Gerco, em Santa Catarina, Jorge Rebollo Squera, comenta que o mapeamento e zoneamento costeiro foram apresentados a 38 prefeituras municipais do litoral catarinense com a finalidade de orientar o ordenamento das diferentes atividades e usos do território costeiro, terrestre e marinho, promovendo desenvolvimento socioeconômico sustentável.

Gerco – É um conjunto de atividades e procedimentos que, através de instrumentos específicos, permite a gestão dos recursos naturais da Zona Costeira, de forma integrada e participativa, proporcionando a melhoria da qualidade de vida das populações locais, à preservação dos habitats específicos indispensáveis à conservação da fauna e flora, adequando atividades humanas à capacidade de suporte dos ecossistemas.

Ascom Sema

(91) 3184-3341

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará