Sema e Instituto Evandro chagas fazem pesquisa no Parque do Charapucu

DSC00256 DSC00283

Belém, 10/10/13 – Técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) em parceria com pesquisadores do Instituto Evandro Chagas (IEC) deram continuidade ao trabalho de coleta, análise físico-química e microbiológica das águas do Parque Estadual do Charapucu, no município de Afuá, na região do Marajó, neste mês. Os resultados das análises subsidiarão a elaboração do plano de manejo da Unidade de Conservação, que hoje representa a única área de proteção integral do Arquipélago do Marajó.

Os rios Preto, Ipixuna, Tabocal, Mocambo, Cajari, Anigalinho, Timbó, Medonho, Furo Igapuia e Furo do Céu, localizados no Parque, e o entorno dos rios Jururá, Gama, Cajari e alguns pontos na sede do município são objetos da ação da equipe. As análises das amostras coletadas foram realizadas na sede de Afuá, em laboratório provisório instalado no município, com o apoio da Prefeitura.

O monitoramento apresenta informações sobre a qualidade da água e avalia os impactos e riscos ambientais, a partir dos levantamentos e medições realizadas. Estes dados, além de direcionar as ações de proteção ambiental, têm também a finalidade de informar a qualidade atual do meio ambiente.

A pesquisa, coordenada pela Gerência do Parque, deverá subsidiar o Plano de Manejo e colaborar significativamente para o conhecimento da unidade de conservação. Segundo o engenheiro de pesca da Sema, David Luz,  os resultados das analises servirão ainda como base de dados para futuros estudos com bioindicadores de qualidade de água, que deverão funcionar como ferramenta em estudos de possíveis impactos ambientais para essa e outras áreas de várzea do Marajó.

Ascom Sema

(91) 3184-3341

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará