Diretoria de Áreas Protegidas recebe alunos de Design para estudo do artesanato indígena

diap1 redi        diap3 redi

Belém, 20/9/13 – Uma apresentação do artesanato produzido por índios da etnia Wai-Wai, da tribo Mapuera, ocorreu nesta semana para acadêmicos do curso Design de Produto do Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (Iesam) no jardim “Toca do Calango”, localizado no prédio da Diretoria de Áreas Protegidas (Diap).

A aluna Thaís Bezerra surpreendeu-se pela complexidade do artesanato produzido pela tribo e relata que o modo de produção através do “conhecimento popular” torna a peça ainda mais fascinante. Para o aluno Erick Henrique, ter a oportunidade de conhecer a simbologia presente em cada artesanato é o essencial para produzir joias inspiradas no design indígena.

Com auxílio do professor de eco-design Misael Lima, os acadêmicos discutiram o conceito da arte indígena e o perfil do artesão. Entre as principais categorias de artesanato apresentadas estavam os cordões e tecidos, os plumários e os trançados.

O Artesanato Wai Wai

A matéria-prima utilizada pelos Wai Wai na confecção do artesanato é oriunda da floresta, porém produtos industrializados também são utilizados na produção dos artefatos. Os produtos são vendidos por preços variados, geralmente na sede do município de Oriximiná e arredores.

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará