Tailândia sai de lista de embargo e Sema com PMV lançam Projeto CAR no município

DSC01777DSC01794DSC01817

Belém (13/8/13) – Foi anunciada nesta terça-feira, 13, a conquista do município paraense de Tailândia em registrar mais de 80% de suas propriedades rurais no Cadastro Ambiental Rural (CAR) e atingir índices anual de desmatamento inferior a  40  km² como as exigências do Ministério do Meio Ambiente (MMA) para retirar o município da lista de municípios embargados. O anúncio foi feito pelo secretário adjunto da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Hildemberg Cruz, e pelo titular do Programa Municípios Verdes (PMV), Justiniano Netto, durante comemoração organizada pela prefeitura de Tailândia no município. Na oportunidade, foi lançado o Projeto CAR Tailândia, gerenciado pela Sema e PMV, executado pela empresa NorteGeo, e patrocinado pelo programa Pará Rural, do governo estadual.

O Projeto CAR  para pequenas propriedades rurais, que é o cadastramento de até quatro módulos fiscais, será executado nos municípios de Tailândia e Moju. Serão beneficiados mais de 1,6 mil famílias, sendo 638 em Tailândia e mil em Moju.  A Sema, através da Coordenadoria de Ordenamento Ambiental elaborou o projeto e selecionou estes dois municípios, principalmente por estarem na lista de embargo do Ministério do MMA,  e um dos critérios para a saída da lista é  que estes municípios atinjam 80% da área cadastrável do Município com CAR no SIMLAM, além de ter índice anual de desmatamento inferior a  40  km² (área equivalente à cidade de Curitiba).

De acordo com Hildemberg Cruz, da Sema, assim que o desembargo estiver formalizado pelo MMA, será necessário mais trabalho para garantir a finalização do registro de CAR no município e diminuição do desmatamento anual de Tailândia. ”Parabenizamos a todos por este resultado. Estamos trabalhando aqui desde 2010 e agora chegamos a esse patamar. É um esforço conjunto da Sema, PMV, Imazon e do município. Os próximos passos são o fortalecimento da gestão ambiental municipal, através da delegação de competência de algumas atividades de licenciamento, atualmente, de responsabilidade do Estado; capacitação técnica, e disponibilização de alguns instrumentos de gestão”, esclareceu o secretário.

Justiniano Netto, do PMV, relembrou aos presentes das dificuldades enfrentadas pelas famílias em 2007, quando o município teve sua economia paralisada em virtude da operação Arco de Fogo, do Governo Federal, quando madeireiras foram fechadas e a maior parte da população residente desempregada por conta disso. “Foi um momento de reflexão para que o município desse uma virada, e recentemente, houve uma guinada política. Os índices alarmantes de desmatamento vem reduzindo, e se começa a colher os primeiros frutos”, disse.

Cristiana Rossi, presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Tailândia, parabenizou a mobilização dos setores da sociedade pela conquista. “Foi fundamental o apoio dos parceiros, e através disso, vamos conseguir benefícios para melhorar a qualidade de vida de todos nós, e trazer regularização fundiária para nossos agricultores”, destacou.

O prefeito , Ney da Saúde, iniciou seu discurso agradecendo ao Governo do Pará, Imazon e produtores rurais, que tiveram participação fundamental para que este momento se realizasse hoje, porque segundo explicou, a política só faz sentido girar em torno do desenvolvimento social. “Hoje, Tailândia sai da lista dos desmatadores e ganha o selo de município verde, e quem está de parabéns não são o prefeito, os vereadores, mas os cidadãos tailandeses. Com isso, temos a confiança e a oportunidade de oferecer um novo rumo à economia do município. Vamos juntos continuar construindo a Tailândia dos nossos sonhos”, comemorou.

No evento, a Sema entregou à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente de Tailândia os kits para fortalecimento da gestão municipal, que são compostos por motos, capacetes, binóculos, câmeras fotográficas e GPS,  que apoiaram as atividades de fiscalização, controle e monitoramento da localidade.

Também estiveram presentes a diretora de Planejamento da Sema, Jamile Lobato; o coordenador de Ordenamento Ambiental da Sema, Yvens Cordeiro; representantes da Câmara de Vereadores de Tailândia e, a técnica do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia, Izabela Gomes.

Ascom Sema

(91) 3184-3341

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará