Parque do Charapucu terá inventário da ictiofauna

equipe da Sema, Cepnor e Ufra     barco de pesquisa

Belém (16/05/13) – Técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) em parceria com a Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e o Centro de Pesquisa e Gestão de Recursos Pesqueiros do Litoral Norte (Cepnor), iniciaram neste bimestre a as atividades de campo do inventário da ictiofauna (conjunto das espécies de peixes) do Parque Estadual do Charapucu, no município de Afuá, arquipélago do Marajó, que subsidiará a elaboração do plano de manejo da Unidade de Conservação (UC).

A equipe, composta por especialistas da Sema, do Cepnor e por professores e alunos do curso de engenharia de pesca da Ufra, têm feito as devidas coletas, a bordo do barco “Dona Carolina” nos rios Preto, Ipixuna, Tabocal, Mocambo, Cajari, Anigalinho, Timbó, Medonho, Furo Igapuia e Furo do Céu, localizados no Parque, e no entorno dos rios Jururá, Gama, Cajari e Santa Luzia.

Para a captura dos peixes estão sendo utilizados os apetrechos rede de arrasto tipo “try-net”, de espera de mono e multifilamento, e com diferentes tamanhos de malhas e tapagem. Os peixes capturados serão depositados na coleção de peixes do Cepnor.

A parceria com centros de referências em pesquisa como a Ufra e o Cepnor é um avanço para a gestão do Parque. “Entendemos que a gestão de uma área protegida não pode ser feita de forma isolada da pesquisa científica. Partimos da premissa que a pesquisa deve subsidiar a administração dessas áreas para que se cumpra a finalidade da unidade de conservação”, observa Julio Meyer, gerente do Parque do Charapucu.

O Parque Estadual Charapucu foi criado pelo Decreto Estadual Nº 2592, de 09 de novembro de 2010, com área de 65.181,94 há e é gerenciada pela Sema do Pará, através da Diretoria de Áreas Protegidas.

Texto: Diap/Sema

Ascom Sema

(91) 3184-3341

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará