Fiscalização combate extração ilegal em Ourém

Belém – (12/03/2013) – Uma operação sistemática realizada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) autuou empreendimentos de fabricação de artefatos cerâmicos que estavam sem licença ambiental no município de Ourém, nordeste paraense.
 
A operação foi uma ação conjunta com a Delegacia de Meio Ambiente (Dema), Centro de Perícia Científica Renato Chaves, Secretaria Municipal de Ourém e Prefeituras de Ourém e Capitão Poço.
 
Segundo o agente de fiscalização da Sema, o engenheiro agrônomo Célio Costa, durante seis dias foram lavrados 20 autos de infração em estabelecimentos que não tinham autorização para extrair argila, areia e seixo. A madeira utilizada na fabricação de artefatos também não tinha origem comprovada. Os fiscais autuaram desde a origem (olarias) até os vendedores que comercializavam tijolos sem autorização.
 
Ourém – A  economia de Ourém é baseada na exploração de seixo, brita e areia, materiais utilizados em construção e na confecção de artesanatos. Grande parte da população sobrevive das olarias. O município de Ourém é o maior produtor de seixo do estado, chegando a abastecer a capital.
 
Ascom Sema
(91) 31843341
Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará