Ação conjunta impede comércio irregular de peixe e caranguejo nas feiras de Belém

Belém (29/01/13) – A Gerência de Fiscalização de Fauna e Recursos Pesqueiros (Gefau), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) do Pará apreendeu 159,3 Kg de pescado de tambaqui, mapará, pacu, aracu, entre outras espécies que estão em período de defeso desde novembro de 2012 e que só sairão em março deste ano.

A apreensão foi feita nesta semana, durante ação apoiada pelo Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), em algumas feiras e mercados de Icoaraci, Tenoné e Cordeiro de Farias, para combater o comércio irregular de peixes e caranguejos que estão em defeso.  Um vendedor foi autuado por estar com caranguejos, e não ter declaração de estoque, documento que comprova que os crustáceos foram adquiridos em período anterior ao defeso.

Na mesma feira do Tenoné foi autuado um senhor que estava comercializando carne de mero (Epinephelus itajara). Esta espécie de peixe encontra-se criticamente ameaçada de extinção e está com sua captura, armazenamento, beneficiamento e comércio proibidos até 2015. O produto apreendido foi doado à Associação Voluntária de Apoio à Oncologia (Avao).

Nesta semana, foi iniciado o segundo período de defeso do caranguejo-uçá, que terminará dia 02 de fevereiro.

 

Ascom Sema

(91) 3184-3341

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará