Cultivo de organismos marinhos no Pará é premiado em Simpósio na Bahia

Belém, 13/11/12 – O III Simpósio Internacional de Aquicultura e Pesca (Siap), que ocorreu em Salvador (BA) entre 7 e 9 de novembro, fez parte da III Feira Internacional de Aquicultura e Pesca (aquapescabrasil). Na ocasião, foram aprovados dois trabalhos do Pará, para apresentação oral. O primeiro foi apresentado na área de pesca artesanal e recebeu o título A pesca artesanal e o conhecimento local nas ilhas costeiras de Marapanim, costa Amazônica, Brasil.

O outro trabalho apresentado abordou a área de cultivo de organismos marinhos (maricultura) e narrou “A influência dos fatores físico-químicos da água no ciclo reprodutivo da ostra-do-mangue (Crassostrea gasar) cultivada em manguezais da costa Amazônica, Brasil. Este trabalho faz parte do projeto de doutorado em andamento, pelo Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aquática e Pesca da Universidade Federal do Pará (UFPA) e recebeu prêmio como o Melhor Trabalho em Maricultura dentro do III Siap. 

Segundo a técnica da Diretoria de Áreas Protegidas, Maria Bentes, as apresentações orais concorreram à premiação de Melhor Trabalho: Certificado de Excelência, em cinco áreas: pesca artesanal, pesca industrial, aquicultura de água doce, maricultura e tecnologia do pescado. Os critérios para avaliação foram clareza, objetividade, conhecimento, domínio do conteúdo, metodologia e didática do autor; qualidade dos recursos audiovisuais (slides); relevância e contribuição do tema para a área; caráter de inovação do trabalho; uso correto do tempo da apresentação e a qualidade das respostas aos questionamentos do público.

Ascom Sema
(91) 3184 3341

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará