Fiscalização ambiental da Sema autua infratores na Trans-Cametá

Belém, 25/9/12 – A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) desencadeou em parceria com o Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), a Operação Brenho (mata fechada) na região Trans-Cametá, para fiscalizar e impedir as atuações clandestinas na exploração florestal no local. Os fiscais ambientais da Sema percorreram, de 10 a 22 de setembro, os municípios de Cametá, Portel e Tucuruí.

Um caminhão fiscalizado em Tucuruí foi flagrado com uma carga de 22 metros cúbicos (m3) de toras de madeiras em desacordo com a Guia Florestal apresentada aos fiscais e com uma espécie de madeira – timborana – não relacionada no documento de autorização do transporte ambiental, a carga foi apreendida e levada para a empresa proprietária.

De acordo com o coordenador da operação, fiscal da Sema, Marco Aurélio Xavier, no pátio da empresa, foram encontradas e identificadas como produtos florestais explorados ilegalmente, 535 m3 de madeiras em toras de diversas espécies, entre elas melancieira, timborana, louro e taxi. “A madeira apreendida ficou no pátio da serraria , que é fiel depositária de todo o material apreendido, sem poder negociá-lo. Agora os autos de infração serão encaminhados ao setor jurídico da Sema para as devidas providências legais e os autuados têm prazo de 15 dias para recurso”,explica.

Em Cametá, na área rural, foram desmontadas três serrarias que funcionavam de forma clandestina. Ainda no município de Cametá e em Portel foram apreendidas três motosserras, três espingardas calibre 20 e 17 armas caseiras. Todo o armamento ficou com o BPA como fiel depositário para ser posteriormente encaminhado à Polícia Federal.

Ascom Sema
(91) 3184 3341

 

 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará