Brigada reforça prevenção a incêndios florestais no Parque Serra das Andorinhas

Belém (24/04/12) – Pelo terceiro ano consecutivo, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) fazem parceria para formação da Brigada do Prevfogo (Programa de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais) em São Geraldo do Araguaia. São 29 brigadistas que têm o objetivo de prevenir e combater incêndios florestais no Parque Serra das Andorinhas (Pesam), na Área de Preservação Ambiental (APA) Araguaia, na Terra Indígena Suruí Sororó e demais áreas protegidas no município. Todos vão trabalhar de julho a novembro, com possibilidades de estender o período, de acordo com os fatores climáticos.

Além do trabalho de combate ao fogo em campo, a brigada deve atuar junto à comunidade da região do Parque Serra das Andorinhas orientando as pessoas da APA Araguaia sobre a utilização correta do fogo e estimular a recuperação de áreas degradadas, bem como a produção de mudas de essências nativas da região, em viveiro construído em conjunto com a Sema.

De acordo com o Coordenador Regional do Prevfogo, Diego Sousa, este ano, 97 candidatos inscreveram-se ao processo seletivo que é dividido em três etapas. Testes classificatórios e eliminatórios de aptidão física, habilidades e uso de ferramentas agrícolas são comandados pelo coordenador e pelo analista ambiental do Ibama Anderson Carvalho, que destacaram a participação dos índios no processo seletivo. “Este ano, tivemos a participação de índios na seleção e muitos deles foram classificados para o curso”, ressaltou Diego, acrescentando que os indígenas já sofreram incêndios descontrolados na aldeia, em anos anteriores.

Para o gerente do Pesam, Abel Pojo, a parceria com o Ibama para a contratação dos que combaterão incêndios florestais no Parque e na APA Araguaia demonstra o empenho da gerência do Parque com a Unidade de Conservação. “Os anos anteriores provam que o trabalho desenvolvido pelos brigadistas é de grande relevância para proteção do Parque Serra das Andorinhas e da APA Araguaia”, destacou Abel, reforçando que nos anos passados, os brigadistas foram “heróis” ao combater grandes incêndios florestais nas duas Unidades de Conservação.

Seleção e curso de formação
A primeira etapa da seleção dos candidatos consiste na avaliação de currículo (exclusivo para os cargos de chefia); e em seguida os candidatos são avaliados pelas suas habilidades com ferramentas agrícolas e aptidão física.

Na última etapa, os candidatos participam de curso de formação de brigadistas, também eliminatório. A capacitação tem 40 horas de duração. Os alunos aprovados no curso por ordem de classificação e atendendo critérios estipulados no edital do processo seletivo, são contratados para desempenhar as atividades de combate ao fogo.

Fonte: Programa de Comunicação do Parque Estadual Serra das Andorinhas

Fotos: Nilson Amaral

Ascom Sema
(91) 3184-3332

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará