Exposição fotográfica retrata cotidiano dos indígenas da Calha Norte

Belém (09/05/11) – Está aberta no prédio da Diretoria de Áreas Protegidas (Diap), entrada do Parque do Utinga, até o dia 13 de maio, uma exposição de fotografias de povos indígenas do Pará, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). A fotos foram feitas pelas servidoras Haydée Marinho e Claudia Kahwage, na Floresta Estadual do Trombetas, na região da Calha Norte, no Pará, onde vivem índios Kaxuyana, e na terra indígena Nhamundá Mapuera, onde habitam os índios Wai Wai.
 
De acordo com a cientista social Haydée Marinho e a Gerente de Gestão Ambiental em Terras Indígenas, a bióloga e antropóloga Cláudia Kahwage, ambas da Coordenadoria de Ecossistemas (CEC) da Sema, o objetivo das fotos foi registrar aspectos do cotidiano das populações indígenas da Calha Norte. “Esses grupos estão inseridos nas atividades do projeto de conservação da biodiversidade em terras indígenas, dentro de suas ações de diagnóstico etnoambiental participativo e da organização da produção do artesanato indígena das mulheres Wai wai”, explicou Kahwage.
 
A exposição está aberta para todos os públicos que visitarem os espaços da Diap. “A mostra tem muitas imagens de crianças e animais, e isso acaba dando uma atmosfera lúdica a ela. Jovens, adultos, estudantes, todos que queiram conhecer um pouco da diversidade indígena do nosso Estado, deve fazer essa visita”, diz a antropóloga.
 
Na terra indígena Nhamundá Mapuera são encontradas 16 aldeias ao longo do rio Mapuera, onde vivem vários grupos étnicos que genericamente se denominam índios Wai Wai. São povos que, no passado, tinham tradição nômade e, há pelo menos 50 anos evangelizados, hoje tentam sobreviver articulando as tradições do passado com a nova visão de mundo passado pelos evangélicos.

Ascom Sema
(91) 3184-3332

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará