Expansão urbana em APA diminui qualidade de vida em Belém

Um estudo realizado pelo geógrafo Cleiton Cabral, do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea) da Universidade Federal do Pará, mostra que o crescimento urbano na Área de Proteção Ambiental (APA) de Belém tem influenciado na diminuição da qualidade de vida dos moradores desse espaço.
 
A Área de Proteção Ambiental da Região Metropolitana de Belém tem aproximadamente 7.349 hectares, e abarca os bairros Curió-Utinga, Marco, Souza, Castanheira, Guanabara, Águas Lindas e Aurá.
 
Segundo o especialista, uma das dificuldades encontradas para promover a preservação é a falta de conhecimento do que significa uma APA pelos próprios habitantes da área. O que implica na degradação do local, são as ocupações irregulares, por exemplo, e o lixo despejado.
 
Durante a pesquisa foi realizado um georreferenciamento da área verde da APA e um levantamento cartográfico, com mapas cedidos pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).
 
Na análise da cobertura vegetal, durante os anos de 1994, 2001 e 2009, foi observada uma redução de 7,88%. O que segundo Cleiton, também é resultado das pressões citadinas. De acordo o geógrafo Milton Santos, isso é uma característica urbana. “Quanto mais complexa a vida social no urbano, mais a sociedade atual se distancia do mundo natural e se direciona a um mundo artificial”, afirma o geógrafo.
 
A diminuição desse espaço tem causado conseqüências sensíveis, como o aumento da temperatura no entorno. Para Cleiton, “a APA Metropolitana de Belém precisa ser entendida como uma área geograficamente estratégica para a organização sustentável do espaço”.

Posição da Sema – A Sema está fazendo atividades de educação ambiental junto às escolas de ensino público de Belém, com ênfase nas do entorno do Parque Estadual do Utinga (Peut), assim como com a comunidade do entorno do Peut. O objetivo é sensibilizar a comunidade e as gerações futuras quanto a importância da APA (como a zona de amortecimento do Peut) e do próprio Parque.

Ascom Sema
(91) 3184-3332

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará