Sema realiza seminário com lideranças comunitárias

A Diretoria de Áreas Protegidas (Diap), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), realizou no último sábado, 06, o “I Seminário de Lideranças Comunitárias do Entorno do Parque Estadual do Utinga” (Peut), nas instalações do Centro de Visitantes da área.

O objetivo do encontro foi construir “uma nova relação com a natureza, fortalecer a gestão participativa do parque do utinga, em parceria com a população local e instituições vinculadas ao funcionamento dessa Unidade de Conservação importante para Belém e Região Metropolitana”, enfatizou Maurício Pascoal, Gerente do Peut.

Além das lideranças comunitárias, registraram presença especialistas em gestão de águas, saneamento básico, biólogos e representantes de ONG´s, que já desenvolvem trabalhos de acompanhamento da situação do parque junto à Sema, para preservar e conservar os ecossistemas do parque.

Na manhã do sábado, foram apresentados dois painéis “Unidade de Conservação : sustentabilidade do planeta” e “Parque Estadual do Utinga : uma experiência de Unidade de Conservação Urbana”.

Ainda na parte da manhã, o geólogo Manoel Imbiriba Jr., Assessor Especial da COSANPA, explicou os projetos de expansão para melhorar o abastecimento de água, ampliar a rede de esgotamento sanitário da companhia, compromissos do atual governo, ainda no início do mandato da governadora Ana Júlia Carepa.

Já a geóloga Aline Meiguins, da Diretoria de Recursos Hídricos discorreu sobre os estudos realizados pela Sema sobre os sistemas das microbacias de mananciais, com os cuidados que a comunidade e governos, nas três esferas administrativas devem observar para prevenir impactos negativos desses cursos d’água, normatizar e traçar linhas de gestão desses recursos naturais.

Após os painéis, a platéia se manifestou com perguntas e proposições para aprimorar os futuros debates e contribuir com a gestão participativa do Peut.

À tarde, houve dinâmica de grupo, apresentações sobre “Cultura, Meio Ambiente e Qualidade de Vida”, “Matriz de Gestão do Peut” e nova atividade em grupo com mais discussões de alternativas de melhoria para a Unidade de Conservação.

Segundo o gerente do Peut, Maurício Pascoal, o que ficou bem claro nos encaminhamentos tirados no encontro, é a “forte vontade das lideranças comunitárias de ter o acompanhamento da Sema no projeto de gestão do parque, fortalecer mesmo uma gestão compartilhada com todos os atores envolvidos e instituições oficiais parceiras”, finalizou.

Peut – O Parque Estadual do Utinga é uma Unidade de Conservação estadual criada em 1993, onde estão os mananciais do Utinga, daí o nome da unidade, responsáveis em mais de 50% do abastecimento de água para a população de Belém e Região Metropolitana, por meio dos lagos Bolonha e Água Preta.

A qualidade da água que abastece Belém e a sua Região Metropolitana depende da preservação do Parque Estadual do Utinga, o que torna o espaço elemento importante para a manutenção da saúde pública, desde de que assegurada a conservação dos lagos, e neste aspecto a colaboração das comunidades do entorno é fundamental.

História – A primeira tentativa de proteção da área do Utinga foi em 1881 após a criação da então Companhia de Águas do Grão-Pará, de origem inglesa.

O início da consolidação do espaço, porém, ocorreu somente a partir da década de 80 (1984), com um estudo solicitado pela atual Companhia de Saneamento e Abastecimento do Estado Pará (Cosanpa), quando se estabeleceu a “Área de Proteção Sanitária – Lagos Bolonha e Água Preta”.

O agora Parque Estadual do Utinga foi criado oficialmente em 1993, com o nome de “Parque Ambiental de Belém” (PAB), e compõe a paisagem de fauna e flora da Amazônia na “Área de Proteção Ambiental-Belém”, APA-Belém.

Mais informações em www.sema.pa.gov.br

Texto/Fotos: Douglas Dinelli
Colaborou: Paulo Daniel
Ascom Sema
(91)3184-3332

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará