Nota à Imprensa

O Secretário de Estado de Meio Ambiente, Aníbal Pessoa Picanço, sente-se no dever, e esclarece à sociedade, em especial aos usuários dos serviços da Sema e aos funcionários da instituição, que na sua maioria não se envolveu na lamentável manifestação desta manhã de quinta-feira, 28 .

As discussões sobre a reivindicação da gratificação pleiteada pela Associação dos Servidores da Sema (Asctam), está em pauta de apreciação e estudos de viabilização técnica por uma equipe do governo;

Além da Sema, participam do grupo de trabalho que examina a referida questão, a Secretaria de Estado de Governo – SEGOV (que conduz as negociações), a Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças – SEPOF e a Secretaria de Estado de Administração – SEAD;

A própria Asctam – Associação dos Servidores da Sema, por meio de sua direção e representantes, tem assento à mesa das negociações, e as tratativas continuam para se apresentar uma posição definitiva, com base nas receitas orçamentárias do Estado;

Quanto às manifestações desta quinta-feira, o senhor Secretário lamenta profundamente que a exaltação de ânimos de um pequeno grupo de servidores tenha obrigado a direção da Sema a recorrer à proteção policial do Estado, até para garantir o direito de ir e vir do próprio Secretário e servidores do seu Gabinete;

Não restou outra saída ao senhor Secretário para deixar o Gabinete da Sema, onde se sentiu hostilizado pelos manifestantes, em solicitar o apoio do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), que garantiu o deslocamento do mesmo para o cumprimento de uma agenda externa à Sema;

No mais, e desde que de forma respeitosa e civilizada, o Secretário Aníbal Pessoa Picanço se dispõe, a exemplo do que vem fazendo, a oferecer qualquer explicação com referência às reivindicações dos servidores do órgão ambiental.

Assessoria de Comunicação da Sema

Belém, 28 de janeiro de 2010 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará