Sema e BPA apreendem cerca de 300 caranguejos-uçá em Belém

Na manhã desta terça, 19, 295 unidades de caranguejo-uçá foram apreendidos em dois estabelecimentos de Belém, durante ação realizada por fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e policiais do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) do Pará. Os responsáveis foram autuados pela Sema e terão 15 dias para apresentar defesa no órgão ambiental.

No primeiro estabelecimento vistoriado, no bairro do Umarizal, 240 caranguejos foram encontrados em cinco sacolas estocadas ao lado da cozinha. O proprietário afirmou que os crustáceos vieram do município de Soure, região do Marajó, na última sexta-feira. Porém, alegou que não sabia que a partir do terceiro dia do período de  Defeso não poderia sequer ter o produto em estoque.

Em outro ponto da cidade, no bairro do Marco, a equipe apreendeu 55 caranguejos, dos quais cinco estavam cozidos e os 50 restantes prontos para irem ao fogo. No restaurante que funciona no local,  pessoas estavam consumindo caranguejo, o que comprovou a comercialização no período de Defeso.

Na próxima semana, a Sema estará disponível para receber donos de estabelecimentos que compram e vendem caranguejo em Belém e demais  municípios para esclarecer dúvidas sobre o Defeso. Dessa forma, todos irão evitar eventuais surpresas durante as fiscalizações que ocorrerão até março deste ano.

Os caranguejos apreendidos foram doados na tarde de hoje, para a Fundação Pastor Arthur Nunes Piedade, que atende pessoas carentes do município de Ananindeua, e para a Associação "Educador São Francisco de Assis", que dá assistência a 400 pessoas por mês na capital paraense.

Luciana Almeida
Ascom Sema
(91)3184-3332

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará