Sema apreende madeira ilegal em rodovia de Belém

No primeiro dia da operação “Ventania”, realizada nesta terça-feira, 12, pela fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) do Pará, com apoio do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), autuou mais de dez estâncias que negociavam madeira ilegal na rodovia Arthur Bernardes, no bairro do Telégrafo em Belém.

Anani, quaruba e cerú foram as espécies encontradas por fiscais e técnicos da Sema. A madeira escoada pela baía do Guajará chegava até o canal do Jacaré para ser serrada e comercializada, nas estâncias ali localizadas.

Subsidiados pela lei estadual de meio ambiente n° 5887/95 em consonância com a lei de crimes ambientais n° 9605/08, fiscais da Sema autuaram todas as estâncias que não possuíam qualquer documentação ou apresentaram valores excedidos no cálculo da volumetria da madeira. O material apreendido foi repassado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) aos fiéis depositários.

Na operação, foram emitidos cerca de dez autos de infração com o prazo de 15 dias para os proprietários apresentarem defesa. Caso não comprovem a legalidade, a madeira apreendida será destinada ao depósito da Sema (Pirelli), em Marituba, na região metropolitana de Belém, onde posteriormente será leiloada.

A Operação Ventania se estenderá até o final do ano de 2010 com ações por todo o Estado. “O objetivo da operação é diminuir em todo o Pará o comércio ilegal de madeira”, explicou Hayman Souza, diretor de fiscalização Ambiental da Sema, que esteve à frente da operação.

Ascom Sema
(91)3184-3332
Fotos: Larissa Souza
Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará