Fiscais da Sema impedem venda de 500 ovos de tartaruga

Belém (07/10/09) – Fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Pará (Sema) impediram que cerca de 500 ovos de Pitiú (Podocnemis sextoberculata), quelônio da família da tartaruga, apreendidos na última semana de setembro em uma embarcação no Tabuleiro de Embaubal, localizado no município de Senador José Porfírio, fossem transportados para Vitória do Xingu, onde seriam comercializados.

De acordo com a bióloga da Gerência de Fauna e Recursos Pesqueiros(Gefau) da Sema, Solange Luz, o infrator venderia por R$20,00 o isopor com todos os ovos coletados ilegalmente do tabuleiro. Este comerciante e outros que praticam a mesma atividade ilícita na região provocam uma perda imensurável ao meio ambiente e à própria comunidade. “Eles impedem a reprodução desses animais, que daqui um tempo, por causa da coleta constante, podem não mais existir”, lamenta.

A portaria 001/2008 do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), proíbe em determinada área do Tabuleiro (que pode ser visualizada em www.ibama.gov.br) a pesca com malhadeira e espinhel, que são nocivas aos quelônios. Quem for flagrado utilizando esses equipamentos na área, terá seus petrechos apreendidos e pode ser autuado pelos órgãos ambientais. 

Ascom Sema/PA

Fotos: Gefau/Sema/PA

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará