Autoridades iniciam debate sobre o clima

Governadora Ana Júlia representa o Pará no Fórum Global de Governadores sobre Floresta e Clima, na Califórnia. O Pará se destaca no grupo porque tem políticas definidas de combate ao desmatamento.  
  
Governadores da Amazônia discutem a dinâmica desta sexta (2), quando cada um terá 10 minutos para apresentar suas ideias no encontro de Los Angeles  
 

 Baixar fotosLos Angeles – O ator Harrison Ford, que imortalizou no cinema o personagem Indiana Jones, defendeu que a proteção às florestas tropicais integrem os acordos que serão discutidos em Copenhagen, durante a Conferência da organização das Nações Unidas sobre o Clima (COP 15), que será realizada em dezembro próximo. A manifestação de Ford foi feita durante a abertura do Fórum Global de Governadores sobre Clima e Floresta (GGCS2), que está sendo realizada em Los Angeles, Califórnia, sob a liderança do governador Arnold Schwarzenegger.

Harrison Ford, que é um dos vice-presidentes mundiais da Conservação Internacional (CI), considera que existe um desafio a ser enfrentado, que é o combate ao desmatamento e a proteção às florestas, levando em conta que cerca de 800 milhões de pessoas dependem dessas florestas, sem contar as inúmeras riquezas que compõe a biodiversidade dessas áreas. "A solução para esse problema é barata e está à disposição, se não aproveitarmos esse momento, vamos perder a floresta".

Ele citou o esforço de países como o Brasil e a Indonésia na proteção de seus remanescentes e elogiou o papel da Força Tarefa dos governadores, formada por uma equipe técnica que está padronizando os protocolos que serão desenvolvidos conjuntamente entre os estados. Para Ford, com vontade política é possível promover as mudanças que se fazem necessárias. "O importante não é jogar, mas entrar no jogo", disse.

Sem esconder o entusiasmo por recepcionar pela segunda vez os governadores e um grupo técnico de alto nível, de mais de 70 estados, províncias e regiões de vários continentes, Arnold Schwarzenegger disse não ter dúvidas de que o grupo subnacional está desenvolvendo ações que vão ser colocadas em práticas pelos governos de vários países.

Citou como exemplo as ações da Califórnia que estão sendo adotadas pelo governo Barack Obama, como o estabelecimento de metas de redução de emissões para veículos leves. "Os governadores são os motores da mudança, basta enxergar os programas desenvolvidos por estados do Brasil, México e Indonésia.

"O ar puro deve ser um direito e não um privilégio e temos obrigação de lutar por isso", enfatizou um animado Schwarzenegger que falou da necessidade de "musculatura" para enfrentar o desenvolvimento sem afetar a economia. Ele afirmou que os Estados Unidos têm consciência da sua responsabilidade sobre a poluição que gera e degrada o planeta e defendeu a necessidade de se promover uma economia verde que, segundo ele, movimentou cerca de US$ 6,5 bilhões na Califórnia, desde que foi instituída pelo seu governo. "O desafio é grande, é como empurrar uma pedra colina acima, mas é o que está ocorrendo com o movimento ambiental e juntos vamos construir uma nova era, vamos promover uma revolução verde", disse o governador.

Governadores – Após a abertura do GGCS2, os governadores Ana Júlia Carepa, Binho Marques (Acre), Valdez Goés (Amapá), Eduardo Braga (Amazonas) e o vice-governador do Mato Grosso, Sinval Barbosa, se reuniram para discutir a dinâmica que irão adotar no painel que participarão na sexta-feira, 2. O tema será florestas e cada um terá um tempo de 10 minutos para fazer sua explanação e ao final participarão de um debate, quando poderão discorrer sobre seus programas e projetos. As inscrições para este painel se encerraram antes mesmo da abertura do evento.

Nesta quinta-feira, 1º, a governadora Ana Júlia Carepa se reúne, em uma agenda paralela, às 10h30 da manhã, horário local, com organização não governamentais, sob a liderança da The Nature Conservancy, operadores do mercado de carbono e possivelmente o governador do Wisconsi, Jim Doyle, para falar de programas e projetos de combate ao desmatamento no estado.

À noite os governadores se reúnem de forma reservada com o governador Schwarzenegger, ocasião em que irão assinar um protocolo de entendimento conjunto. Depois da Califórnia, os governadores voltam a se reunir dia 14 de outubro em Manaus, ocasião em que a Força Tarefa vai apresentar a eles os resultados dos trabalhos e acordos firmados e dia 16 se reúnem em Macapá para mais uma edição do Fórum de Governadores da Amazônia.

Ivonete Motta – Secom

 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará