Governadora mostra programas de ordenamento territorial a organizações sociais

Los Angeles – A governadora Ana Júlia Carepa reuniu-se nesta quinta-feira (1º), com segmentos da área ambiental com atuação global, a convite da TNC (The Nature Conservancy), organização não governamental, que possui representação no Pará, para apresentar as políticas públicas relacionadas à conservação e produção rural que formam um mosaico de ações governamentais voltadas à gestão e ao ordenamento territorial.

Na reunião reservada a governadora Ana Júlia Carepa apresentou os esforços do seu governo para proteger a floresta e desenvolver economia com base na sustentabilidade. Na apresentação, ela demonstrou que governa um estado continente, correspondente aos estados da Califórnia, Illinois, Wisconsin, New York, Arizona e Indiana, que representam as maiores economias dos Estados Unidos.

Por outro lado, a economia paraense é completamente distinta, acrescentou a governadora. "Por isso não podemos falar em proteção da floresta sem falar dos povos da floresta, que têm tanto direito à qualidade de vida quanto os povos dos países ricos que respiram um ar de qualidade graças à manutenção da floresta".

A governadora discorreu sobre o marco legal vinculado as ações e políticas florestais e mudanças climáticas, desenvolvidos desde a última edição do Fórum Global de Governadores ocorrido no final de novembro do ano passado.

Dentre estas ações destacam-se a implantação do Plano de Prevenção, Controle e Alternativas ao Desmatamento (PPCAD), cuja meta é reduzir em 80% o desmatamento ilegal no Pará, até 2020, contribuindo dessa maneira para a redução das emissões do Brasil; a conclusão do Zoneamento Ecológico-Econômico da borda leste e Calha Norte; o programa de regularização fundiária; a instalação do Fórum Paraense de Mudanças Climáticas; o projeto de pagamento por serviços ambientais na Calha Norte, o convênio firmado com a Fundação Nacional do Índio para o desenvolvimento de programas de segurança alimentar e ações de organização social junto ao povo indígena Tembé, além do Cadastro Ambiental Rural, o programa Um Bilhão de Árvores para a Amazônia.

Parceria – A governadora relacionou ainda a parceria com várias instituições da sociedade civil organizada, dentre elas a própria TNC, que está desenvolvendo um programa de Redução por Desmatamento e Degradação Evitados (REDD), no município de São Félix do Xingu. Trata-se de um projeto piloto de carbono florestal de larga escala, que deverá proporcionar aos produtores rurais, o pagamento por serviços ambientais pelos remanescentes florestais conservadores nas propriedades privadas.

O projeto tem potencial para evitar o desmatamento de aproximadamente 0,8 milhão de hectares nos próximos 10 anos, o equivalente a 440 milhões de toneladas de carbono que deixarão de ser lançados na atmosfera.

A coordenadora da TNC na Califórnia, Rebeca Shaw disse que sob a liderança da governadora Ana Júlia Carepa o Pará tem alcançado grande progresso na política de clima e redução do desmatamento. "Além dessa característica de liderança, a governadora confere qualidade ao cargo na condição de primeira mulher a governar um estado na Amazônia", enfatizou Shaw.

"Fico feliz em poder colocar em prática um novo modelo de desenvolvimento,amparada na sustentabilidade que utiliza as riquezas, mas garante que esse patrimônio possa ser usado no futuro", reiterou Ana Júlia.

O líder social Manoel Cunha, da CNA (Conselho Nacional de Seringueiros) testemunhou que sob o governo Ana Júlia Carepa o Pará começa a virar uma página na sua história por meio de políticas que valorizam a floresta e garanta aos povos tradicionais que continuem a viver conforme os seus costumes.

O diretor de Clima da TNC, Louis Blumberg, que organizou um encontro reservado em conjunto com a coordenadora nacional da TNC no Brasil, Ana Cristina Barros, reconheceu o esforço do governo no ordenamento territorial e demonstrou interesse em reforçar as parcerias já existentes com o governo estadual.

Ivonete Motta – Secom

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará