Benevides recebe apoio do governo estadual para tratar o lixo urbano

O desafio do tratamento do lixo urbano pode ser enfrentado gerando sustentabilidade. É o que mostra o exemplo de Benevides, que, com o apoio do governo do Pará, está investindo na reciclagem como forma de diminuir impactos ambientais e gerar emprego e renda. Na noite desta sexta-feira (11), a governadora Ana Júlia Carepa entregou ao município equipamentos que serão usados no manejo e na separação do lixo doméstico. Em breve, Benevides terá também um galpão de triagem de lixo, obra realizada pelo governo estadual, a partir da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano (Sedurb).

Benevides é um dos municípios incluídos no Programa de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos desenvolvido pela Sedurb, dentro do programa Pará Urbe, com o objetivo de auxiliar as prefeituras a requalificar seus procedimentos no tratamento do lixo. Pelo programa, além de um trator esteira e de uma prensa enfardadeira hidráulica, uniformes e equipamentos de proteção para os trabalhadores que irão manejar o lixo, está sendo finalizado um galpão onde será feita a triagem do lixo reciclável.

Também foi incentivada a criação da Cooperativa de Catadores de Material Reciclável de Benevides, que reúne mais de 25 associados, ex-catadores de lixo, que passaram por cursos de formação, inclusive de cooperativismo, e farão a coleta porta a porta. No total, foram investidos R$ 1.294.937,00. "A cooperativa está regularizada junto a Jucepa e pode prestar serviços ao comércio de Benevides e à própria prefeitura. Estamos dando condições para que eles trabalhem com dignidade", disse a secretária de Desenvolvimento Urbano, Suely Oliveira.

Segundo o coordenador do programa no município, Júlio Moreira, Benevides produz, atualmente, uma média de 40 toneladas de lixo por dia. "Nossa expectativa é que, com a separação de lixo a ser reciclado e também com compostagem, tenhamos uma diminuição de 40% no que é jogado no aterro sanitário".

Para Deusilene de Castro, presidente da Cooperativa de Catadores, a organização traz oportunidades. "Trabalho há quatro anos separando lixo para vender para as empresas. Fazia isso lá no Aurá. Com a cooperativa, a gente espera que facilite e gere mais emprego, porque como já vai prensado, a gente vai poder vender direto pras firmas", diz ela, que sustenta os quatro filhos com a renda tirada do lixo.

Projeto – Antes de entregar os equipamentos, a governadora Ana Júlia Carepa acompanhou o prefeito Edmauro Farias em uma visita ao projeto "Natal em Benevides", uma ação de educação ambiental desenvolvida pela prefeitura onde os estudantes das escolas do município que foram conclamados a arrecadar garrafas pet que serão usadas na decoração natalina da cidade.

A expectativa é arrecadar 300 mil garrafas até 21 de novembro, data final do projeto, quando os "campeões" serão premiados. "Queremos que Benevides seja um símbolo de preservação ambiental e possamos mostrar que os amazônidas sabem cuidar da Amazônia e criar alternativas para que ela possa ser preservada", declarou o prefeito.

A governadora também prestigiou a inauguração do Centro Integrado de Conhecimentos, espaço municipal com auditório, laboratório de informática e biblioteca, para a qual o governo formalizou, na ocasião, uma doação de livros. "Transformar o lixo em qualidade de vida é modernidade. Fico feliz de ver ações como essas, porque percebo que a prefeitura está preocupada, como nós, em cuidar das pessoas", disse a Ana Júlia Carepa.

Benefícios – Além da parceria na questão do lixo urbano, a governadora Ana Júlia Carepa anunciou a chegada de várias políticas públicas estaduais ao município de Benevides antes do final do ano. Entre elas, a realização, até dezembro, de 5 quilômetros de asfaltamento urbano pelo programa "Caminhos da Parceria", desenvolvido pela Secretaria de Estado de Transportes (Setran), e a entrega de uma praça pública, obra que está em execução pela Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop).

A governadora também anunciou a chegada ao município, ainda este ano, do projeto estadual de inclusão digital Navegapará e do programa Bolsa Trabalho, com meta inicial de inclusão de 100 jovens, e lembrou que 400 jovens de Benevides já recebem o benefício do programa Projovem Urbano.

Benevides, que já recebeu o benefício do programa "Minha Casa, Minha Vida", pelo qual serão construídas no município 700 unidades habitacionais para atender à faixa de renda de 0 a 3 salários mínimos, com subsídios dos governos federal e estadual, também receberá este ano uma ação de regularização fundiária. "Estaremos aqui em novembro com o mutirão do Iterpa (Instituto de Terras do Pará) e da GRPU (Gerência Regional de Patrimônio da União), que vai nos ajudar nas áreas pertencentes à União, para regularizar as áreas de Benevides e dar à população o direito à terra", disse a governadora.

Fonte: Aline Monteiro – Secom

 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará