Fórum discute destino de resíduos perigosos

Que modelo ou quais os modelos a UFPA deverá adotar para lidar com os seus resíduos perigosos resultantes das pesquisas acadêmicas realizadas na Instituição, a partir do Plano Geral de Gerenciamento de Resíduos da UFPA (PGGR)? Essa é a pergunta feita aos docentes e pesquisadores, em decorrência dos encaminhamentos realizados pela Comissão de Gerenciamento de Resíduos Perigosos da UFPA.

Para dar continuidade aos trabalhos, a Prefeitura da UFPA realiza nesta terça-feira, no Auditório do CAPACIT, um fórum de debates sobre a implantação efetiva do PGGR da UFPA. Para tanto, convoca as unidades acadêmicas que desenvolvem atividades de ensino, pesquisa e extensão nas áreas de química, biologia, saúde e tecnologia para participarem do evento e contribuírem para o direcionamento dessa questão.
 
O evento pretende reunir professores, técnico-administrativos e estudantes que lidam, diariamente, com o dilema da geração de resíduos em seus laboratórios, com os objetivos de debater os modelos mais viáveis para o gerenciamento dos resíduos químicos e criar uma comissão de caráter permanente que terá como atribuição a implantação do PGGR da UFPA.
 
O Plano consiste em um conjunto de normas a serem aplicadas a todas as unidades da UFPA, abrangendo todos os setores geradores de resíduos químicos, biológicos ou radioativos. São produtos que precisam de tratamento especial antes de serem descartados e que, por isso, demanda comprometimento de todas as pessoas envolvidas no processo.
 
Com esse propósito, a Prefeitura pretende mobilizar o maior número de pessoas para adesão à nova etapa do Programa de Gerenciamento dos Resíduos da UFPA com a Formação do Comitê Gestor Permanente dos Resíduos Perigosos da Universidade.

Fonte: Portal Cultura

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará