Nota de esclarecimento

O Secretário em Exercício da Secretaria de Estado e Meio Ambiente (Sema), Rosemiro Canto Filho, recebeu a imprensa nesta manhã de sexta-feira, 14, para explicar que a presença de uma equipe de agentes e delegados da Polícia Federal na sede do órgão ambiental foi motivada pela determinação da Justiça Federal.

A Polícia Federal, cumpriu determinação da justiça para complementar investigações, a cargo do Ministério Público Federal, de supostas fraudes em guias florestais interestaduais.

A equipe da PF recebeu amplo apoio dos servidores do Núcleo de Tecnologia de Informática (NTI), e copiou todo o “espelho” do banco de dados do Sistema de Comercialização e Transportes de Produtos Florestais (Sisflora).

Segundo Rosemiro Canto Filho, “o Governo do Estado e a Sema têm o maior interesse nessas investigações, e é parceira do Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal (PF), para que todos os fatos sejam esclarecidos à sociedade”, frisou.

Rosemiro Canto Filho ainda lembrou que “independente de qualquer determinação judicial e ação da Polícia Federal, a Sema tem prestado, sistematicamente, todas as informações ao MPF e PF, sobre as denúncias de supostas fraudes no órgão.

Rosemiro Canto Filho falou do interesse da Sema em apurar os fatos

ASCOM-SEMA
81346617
81159536
Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará